1. Ir para o conteúdo
  2. Ir para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW
Friedensvertrag beendet Bürgerkrieg in Mosambik
ReligiãoMoçambique

Arcebispo emérito de Maputo morre vítima de doença

Lusa
30 de setembro de 2021

Figura influente na igreja católica em Moçambique, Alexandre dos Santos teve papel ativo na pacificação do país. Arcebispo participou na mediação das negociações que culminaram com a assinatura do Acordo Geral de Paz.

https://p.dw.com/p/414oz

O arcebispo emérito de Maputo Alexandre dos Santos morreu na quarta-feira, aos 103 anos, vítima de doença, disse hoje à Lusa fonte da igreja católica em Moçambique. 

Alexandre dos Santos foi o primeiro moçambicano negro a ser ordenado padre, em 1953, quando o país ainda estava sob domínio colonial português.

Ocupou o cargo de arcebispo de Maputo entre 1975 e 2003, ano em que foi nomeado cardeal presbítero pelo Papa João Paulo II.

Figura influente na igreja católica em Moçambique, Alexandre dos Santos teve um papel ativo na pacificação do país, participando na mediação das negociações que culminaram com a assinatura do Acordo Geral de Paz entre o Governo da Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo) e a Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), em 1992.

O acordo pôs fim a 16 anos de guerra civil. Alexandre dos Santos era um entusiasta da educação e formação, tendo dinamizado a criação da Universidade São Tomás de Moçambique (USTM). 

Secretário-geral da RENAMO diz que DDR está no bom caminho

Saltar a secção Mais sobre este tema
Saltar a secção Conteúdo relacionado