Xenofobia na África do Sul | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 21.05.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Xenofobia na África do Sul

Em vésperas do Mundial 2010 visitámos o «township» de Alexandra, palco dos ataques xenófobos que em 2008 provocaram a consternação da comunidade internacional.

A pobreza continua a ser uma realidade socialmente explosiva nos bairros pobres como Alexandra.

A pobreza continua a ser uma realidade socialmente explosiva nos bairros pobres como Alexandra.

Südafrika Armut Slums

As condições de vida das populações desfavorecidas são um atentado aos direitos fundamentais.


Os ataques xenófobos de Maio de 2008, que alastraram por toda a África do Sul, começaram no «township» de Alexandra, na cidade de Joanesburgo, na noite do dia 11.

Entre as vítimas das agressões, em parte mortais, contaram-se numerosos moçambicanos.

Ausländerfeindlichkeit in Südafrika

O somali Mohammed Zaid Ali, residente do bairro de Mayfair, em Joanesburgo, é um dos imigrantes que escaparam à justa dum ataque xenófobo. Na foto, Zaid Ali mostra um artigo de jornal que fala da xenofobia.

Tratou-se também da primeira onda de violência que se abateu sobre o país inteiro desde as agitações que se seguiram às eleições democráticas de 1994, quatro anos depois do fim do regime do apartheid.

Foi ainda a primeira vez que as forças armadas sul-africanas intervieram no interior do país, desde aquela data histórica.

A jornalista Marta Barroso deslocou-se a Alexandra, onde ainda está muito viva a memória dos acontecimentos de 2008

Áudios e vídeos relacionados