FIFA The Best: Klopp e Messi melhores do Mundo em 2019 | NOTÍCIAS | DW | 24.09.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

NOTÍCIAS

FIFA The Best: Klopp e Messi melhores do Mundo em 2019

Feito inédito na história do futebol: Messi é pela sexta vez o melhor futebolista do Mundo, superando Ronaldo e Van Dijk. O alemão Jürgen Klopp eleito melhor treinador do ano.

FIFA Football Awards 2019 (Imago Images/Gribaudi/ImagePhoto)

FIFA Football Awards 2019: Lionel Messi, Jillien Ellis, Jürgen Klopp, Megan Rapinoe (esq. para dir.)

O treinador alemão de 52 anos de idade, Jürgen Klopp venceu nesta segunda-feira (23.09), o prémio de melhor treinador do 2019, atribuído pela FIFA. Klopp que conquistou a última edição da Liga dos Campeões com o Liverpool obteve mais votos do que os rivais Pep Guardiola, do Manchester City e Mauricio Pochettino, técnico de Tottenham.

Natural de Stuttgart, na Alemanha, o ex-treinador de Borussia Dortmund, conquistou uma Liga milionária, supertaça europeia, foi por duas vezes campeão alemão de futebol, tendo também vencido três supertaças na Alemanha. Klopp começou a sua carreira de treinador em 2001/02 ao serviço de Mainz, mas sete anos depois, em 2007/08, mudou-se para Dortmund. Atualmente cumpre a sua quinta época no Liverpool com a pressão de conquistar o título da principal liga inglesa, "Premier League".

Fußball FIFA Weltfußballer-Wahl | Trainer des Jahres Jürgen Klopp

Jürgen Klopp é o melhor treinador do ano 2019

53 jogos na Liga dos Campeões e 38 vitórias

Até agora, o alemão conta com 53 jogos na Liga dos Campeões e 38 vitórias. Klopp juntou-se nesta terça-feira (24.09) a uma série de nomes famosos do mundo de futebol que doam um porcento do seu salário para ajudar as instituições de caridade em todo mundo.

"O futebol deu-me tudo na minha vida. Mas quero fazer mais para retribuir ao Mundo”, disse o técnico alemão que já soma seis vitórias em nove jogos esta época na principal liga inglesa de futebol.

A gala de FIFA realizada em Milão ficou marcada pela distinção de Messi como o melhor jogador do mundo, superando assim as concorrências de Cristiano Ronaldo, que se ausentou da cerimónia, e de Virgil Van Dijk. O internacional argentino do Barcelona conquistou o sexto galardão e distancia-se do português Ronaldo, eleito cinco vezes melhor do mundo.  

O capitão de Argentina obteve 46 pontos, por sua vez, o holandês Virgil van Dijk ficou em segundo lugar, com 38 pontos, enquanto o português Cristiano Ronaldo, com 36, que não marcou presença na cerimónia, ficou no terceiro lugar.

Messi sucedeu assim ao croata Luka Modric como o melhor jogador do mundo de 2019.

Assistir ao vídeo 01:40

Gana: Roupa desportiva adaptada ao clima quente de África

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados