Lionel Messi deixa FC Barcelona | NOTÍCIAS | DW | 05.08.2021

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

NOTÍCIAS

Lionel Messi deixa FC Barcelona

Jogador argentino não vai permanecer no Barcelona para a próxima temporada, segundo anunciou esta quinta-feira (05.08) o clube catalão, justificando com "obstáculos económicos e estruturais" a um novo contrato.

O futebolista internacional argentino Lionel Messi não vai renovar o seu contrato com o FC Barcelona, que abandona após cerca de 20 anos vestido de 'azul grená', anunciou o clube catalão. O Barcelona informou que ambas as partes chegaram a um acordo e tinham "a clara intenção de firmar um contrato", mas que não foi possível cumprir com o novo regulamento financeiro da LaLiga.

"Apesar de ter sido encontrado um acordo entre o FC Barcelona e Leo Messi (...), este não poderá ser formalizado devido a obstáculos económicos e estruturais (regulamentos da Liga espanhola). Devido a esta situação, Lionel Messi não continuará ligado ao FC Barcelona. As duas partes lamentam profundamente que os desejos do jogador, bem como do clube, não possam se concetizar", pode ler-se na nota publicada pelo FC Barcelona.

Embora o contrato de Messi com o clube catalão tenha expirado no dia 30 de junho, tudo parecia indicar que o craque assinaria um novo vínculo para as duas próximas temporadas com a chegada de Joan Laporta à presidência. De fato, Laporta insistiu que a renovação com Messi estava "no caminho certo" em todas as declarações públicas e disse que estava "tranquilo" em relação à continuidade do jogador.

Reviravolta inesperada

O cumprimento do fair play financeiro da LaLiga era o único obstáculo que, segundo o dirigente, podia tirar o argentino do Camp Nou. Mas o acordo com o fundo de investimentos CVC, anunciado na quarta-feira pela LaLiga, para injetar 2,7 mil milhões de euros na competição e nos clubes parecia facilitar o caminho do Barça para renovar com o camisola dez.

Messi aterrou na capital catalã na quarta-feira, no final das férias. O pai e agente do jogador, Jorge Messi, chegou à cidade esta quinta-feira para se reunir com Laporta - um encontro que, inicialmente, serviria para selar a permanência do argentino.

O objetivo era anunciar a renovação antes da disputa do Troféu Joan Gamper contra a Juventus no estádio Johan Cruyff, no próximo domingo, quando Messi se dirigiria aos sócios como capitão da equipa.

Entretanto, a negociação deu uma reviravolta inesperada esta tarde e a operação foi rompida, segundo a versão oficial do clube devido a "obstáculos económicos e estruturais" que impossibilitaram a continuidade de Messi.

O clube agradeceu "de todo o coração" ao ídolo pelo "engrandecimento da instituição".

Com esta separação, Lionel Messi, seis vezes vencedor da Bola de Ouro, pode mudar pela primeira vez de clube, aos 34 anos, e depois de 672 golos, 778 jogos e 34 títulos na equipa principal dos catalães.

Leia mais