(In)verdades: as vacinas contra a Covid-19 | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 08.08.2021

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

(In)verdades: as vacinas contra a Covid-19

Em todo o mundo, são muitas as pessoas que estão preocupadas que a utilização das vacinas mRNA contra a Covid-19 possa mudar o seu material genético. Isto é falso. Neste vídeo, explicamos porque é que as vacinas mRNA são seguras para si e para os seus genes e como irão protegê-lo contra o vírus.

Assistir ao vídeo 01:33

As vacinas à base da tecnologia mRNA funcionam através da introdução de uma molécula de RNA mensageiro no corpo que dá instruções às células para que produzam a "proteína Spike". É esta uma das proteínas que compõem o vírus que causa a Covid-19.

No núcleo das suas células, o seu ADN é rodeado por uma membrana dupla que bloqueia a entrada do mensageiro. 

O seu sistema imunitário reconhece que a proteína Spike não lhe pertence e começa a construir anticorpos. Assim, se o coronavírus entrar no seu corpo, ele já saberá como se proteger. Mas a vacina nunca entra no núcleo das suas células onde está o seu material genético.

Ao contrário das afirmações, a vacina não reprograma o seu ADN. O que ela faz é fornecer às suas células a informação necessária para matar combater e matar o vírus.