CEDEAO adota novo plano para lançar a moeda única em 2027 | NOTÍCIAS | DW | 19.06.2021

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

NOTÍCIAS

CEDEAO adota novo plano para lançar a moeda única em 2027

O grupo de países da CEDEAO adotou um novo roteiro para lançar uma moeda única em 2027, depois de planos anteriores terem sido afetados pela pandemia do coronavírus.

Ghana ECOWAS | Flaggen

(Foto de arquivo).

O novo roteiro foi acordado pelos chefes de estado da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), disse Jean-Claude Kassi Brou, presidente da Comissão dessa organização, numa conferência após a cimeira dos líderes desses países, realizada no Gana, neste sábado (19.06).

Os países esperam que uma moeda única ajude a impulsionar comércio e crescimento económico.

"Devido ao choque da pandemia [de Covid-19], os chefes de Estado haviam decidido suspender a implementação do pacto de convergência em 2020-2021" disse Brou.

Porém, acrescentou, "temos um novo mapa e um novo pacto de convergência que cobrirá o período entre 2022-2026, e 2027 sendo o ano de lançamento do 'Eco'", disse ele, referindo-se ao nome da nova moeda.

A Nigéria, a maior economia da África Ocidental, atualmente opera moeda própria; enquanto outros oito países, incluindo o maior produtor de cacau, a Costa do Marfim, utiliza o Franco CFA, atrelado ao euro.

Assistir ao vídeo 02:08

Costa do Marfim: Defumadoras de peixe em perigo

Leia mais