Jürgen Habermas recebe o Prêmio da Paz do Comércio Livreiro | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 19.10.2001
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Cultura

Jürgen Habermas recebe o Prêmio da Paz do Comércio Livreiro

As obras do criador da expressão "patriotismo constitucional" são consideradas de difícil leitura para leigos e costumam gerar polêmicas.

O filósofo recebeu o prêmio na Igreja de São Paulo, em Frankfurt

O filósofo recebeu o prêmio na Igreja de São Paulo, em Frankfurt

O Prêmio da Paz do Comércio Livreiro Alemão deste ano foi concedido ao filósofo e sociólogo Jürgen Habermas. Ele é o 52º titular da mais importante condecoração do setor cultural da Alemanha. Os leitores em todo o mundo o apreciam como "o filósofo alemão mais significativo da época", como afirma o júri literalmente em sua justificativa.

Jürgen Habermas, nascido em Düsseldorf em 1929, lecionou em Frankfurt, Heidelberg e Starnberg e aceitou convites de universidades dos EUA e da França. Desde 1994, o filósofo social rebelde está aposentado. O efeito que exerce junto à geração jovem confirmou-se em abril deste ano durante sua viagem à China, onde proferiu palestras que atraíram um grande número de universitários. Um jornal de Pequim o intitulou "um dos onze pensadores sociais mais famosos do mundo."

Habermas foi aluno de Adorno e Horkheimer

De fato, o nome de Habermas é um símbolo do debate crítico entre as ciências humanas e a política, sociedade e economia. Ele adotou esta orientação, ainda como estudante, dos seus famosos professores, Theodor W. Adorno e Max Horkheimer. Como sucessor de Horkheimer em sua cátedra, deu prosseguimento à "teoria crítica" da sociedade e é hoje o representante mais proeminente da chamada "Escola de Frankfurt". No fim dos anos 60, a sua obra serviu de orientação sobretudo para o movimento estudantil, até que ele se distanciou da ala radical, que, na sua opinião, seguia um "fascismo de esquerda".

As suas publicações não são de fácil compreensão, mas têm o grau incontroverso de obras de maior relevância. Alguns dos seus livros mais conhecidos foram traduzidos para o português: Direito e Democracia, Constelação pós-nacional, Consciência moral e agir comunicativo, Mudança estrutural da esfera pública.

Direito, justiça e constituição são os temas centrais do pensador social que criou a expressão "patriotismo constitucional". A politização da opinião pública e o controle do poderio econômico têm igualmente um papel importante na sua filosofia.

A entrega do prêmio foi na Igreja de São Paulo, no âmbito da Feira do Livro de Frankfurt, dia 14 de outubro.

  • Autoria Maike Schroff
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente https://p.dw.com/p/1Geg
  • Autoria Maike Schroff
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente https://p.dw.com/p/1Geg