Jogador do Dortmund alvo de racismo em jogo contra o Schalke? Clube vai investigar | Futebol | DW | 20.10.2020

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Futebol

Jogador do Dortmund alvo de racismo em jogo contra o Schalke? Clube vai investigar

O clube alemão Schalke 04 está a investigar alegados abusos racistas contra Youssoufa Moukoko, do Borussia Dortmund, durante o último jogo entre os rivais. O prodígio de 15 anos está prestes a estrear-se na Bundesliga.

Na Alemanha, o último jogo de futebol de sub-19 entre o Schalke 04 e o Borussia Dortmund terminou envolto em polémica.

O Schalke 04 comunicou esta terça-feira (20.10) que está a fazer uma "investigação exaustiva" para identificar os adeptos que terão proferido ameaças de morte e insultos racistas contra o jovem-prodígio do Dortmund, Youssoufa Moukoko, de 15 anos.

"O Schalke 04 avaliou o material áudio e vídeo do jogo e está agora a trabalhar intensamente na identificação das pessoas responsáveis", afirmou o clube em comunicado. Como foram vendidos apenas 300 bilhetes para o jogo, devido às restrições do coronavírus, o clube espera encontrar os autores.

Moukoko, nascido nos Camarões, marcou um hat-trick para selar uma vitória por 3-2 sobre os rivais do Dortmund no jogo de juniores em Gelsenkirchen, no domingo (18.10). 

"Estou orgulhoso de ter nascido com esta cor de pele e estarei sempre orgulhoso", publicou Moukoko numa história da rede social Instagram com a hashtag "Black Lives Matter".

Assistir ao vídeo 01:38

Os talentos a seguir na Bundesliga 2020/21

Schalke desculpa-se por atitudes de adeptos

Nas redes sociais, foram vários os futebolistas que mostraram apoio a Moukoko. O avançado do Dortmund Erling Haaland, o defesa central do Bayern de Munique Jérôme Boateng e o defesa do Chelsea Antonio Rüdiger são alguns exemplos.

Também o diretor desportivo do Schalke, Jochen Schneider, contactou o Dortmund para pedir desculpa a Moukoko. "O que aconteceu deve ser condenado nos termos mais fortes possíveis", disse Schneider, acrescentando que a atitude dos adeptos está assente em "crenças que algumas pessoas na sociedade ainda consideram aceitáveis".

Günter Distelrath, vice-presidente da Federação de Futebol alemã, quer que sejam tomadas medidas contra os culpados. "Gostaria de receber um sinal claro", acrescentou, dizendo que "os insultos contra Youssoufa Moukoko são intoleráveis e absolutamente inaceitáveis".

Deutschland | Fußball Bundesliga Borussia Dortmund Training Youssoufa Moukoko

Youssoufa Moukoko já treinou com a equipa sénior do Borussia Dortmund

Rumo à equipa B dos seniores

Moukoko tem conquistado recordes de pontuações no futebol juvenil alemão e pode reivindicar outro marco caso se estreie na Bundesliga depois de completar 16 anos no próximo mês. O jogador já treinou com o plantel sénior do Dortmund.

Moukoko poderá ainda tornar-se o jogador mais jovem da história da Liga dos Campeões no final de novembro, uma vez que o Dortmund diz que irá adicionar Moukoko à sua lista 'B' para os jogos.

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados