Coronavírus: Alemanha alerta para ″pandemia global″ | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 04.03.2020
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Coronavírus: Alemanha alerta para "pandemia global"

Já há mais de 93 mil infeções com a doença, em todo o mundo. Na Alemanha, foram confirmados 240 casos. Governo alerta que "ainda não chegámos ao pico da epidemia".

O novo coronavírus continua a espalhar-se rapidamente. Até agora, mais de 93 mil pessoas foram infetadas pela doença, em 81 países e territórios. O número de mortes pelo Covid-19 ultrapassou os 3.200 desde o final de 2019, quando as primeiras vítimas foram registadas na província de Hubei, na China, o epicentro do surto.

"A epidemia de coronavírus na China tornou-se uma pandemia global", afirmou esta quarta-feira (04.03) o ministro alemão da Saúde, Jens Spahn. "A situação está a mudar muito rapidamente. E ainda não chegámos ao pico da epidemia".

Na Alemanha, o número de casos aumenta cada vez mais: até agora, foram confirmados 240 casos da doença em 15 dos 16 estados federados.

Casos em África

As autoridades de Marrocos divulgaram, na terça-feira, o primeiro caso de Covid-19 no país. O paciente é um homem marroquino que vive em Itália, mas regressou ao país nos últimos dias. O seu estado de saúde é considerado estável e o cidadão está em tratamento num hospital de Casa Blanca.

Nigeria Temperaturkontrolle am Flughafen Lagos

Passageiros monitorizados ao desembarcar na Nigéria

A Tunísia também registou na terça-feira o primeiro caso: um cidadão tunisino contraiu a doença durante uma viagem a Itália e foi diagnosticado após regressar ao país. Outros países africanos que também registram a doença são a Argélia (5), Egito (2), Nigéria (1), Senegal (1).

Dicas de prevenção

A Organização Mundial de Saúde (OMS) indica que viagens a regiões onde há registo da doença devem ser evitadas. Para além da China, que regista o maior número de casos, a Coreia do Sul, o Irão e a Itália são os países com o maior número de infetados pelo coronavírus.

Angola tomou medidas de emergência para evitar o contágio da população, proibindo o desembarque de viajantes que venham de países-alvo da epidemia.

As autoridades de saúde pedem às pessoas para evitarem eventos de massas e para que tenham cuidado ao circular em transportes públicos. Lavar bem as mãos com água e sabão é uma forma de cuidados básicos de higiene. Não colocar as mãos nos olhos, boca e nariz, além de proteger com o braço ao tossir e espirrar, é uma maneira de evitar o contágio de várias doenças, entre elas, o novo coronavírus.

Assistir ao vídeo 01:05

Como se prevenir contra o coronavírus