Cabo Delgado: Membro da força local ferido em novo ataque em Muidumbe | Moçambique | DW | 13.08.2022

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

Cabo Delgado: Membro da força local ferido em novo ataque em Muidumbe

Desconhecidos atacaram na quarta-feira a localidade de Mapate, interior do distrito de Muidumbe, na província moçambicana de Cabo Delgado. Habitantes de Mapate fugiram para matas e outros procuraram refúgio em Mandela.

Desconhecidos atacaram na quarta-feira (10.08) a localidade de Mapate, interior do distrito de Muidumbe, na província moçambicana de Cabo Delgado, segundo relatos de um elemento da força local, que ficou ferido no ataque.

"Eles entraram encapuzados e começaram a disparar. Eu respondi, mas estava sozinho e atingiram-me na perna direita, mas consegui fugir", referiu o membro da força local, que reúne ex-combatentes que apoiam as forças governamentais na luta contra a insurgência armada no norte de Moçambique.

"Eu não quis fugir antes porque queria testemunhar. É por isso que o Estado me deu uma arma, para me defender e defender o povo”, disse o antigo combatente, adiantando que os atacantes arrombaram barracas e roubaram produtos alimentares.

Os habitantes de Mapate fugiram para as matas e outros procuraram refúgio em Mandela, uma localidade vizinha.

"Eles não mataram ninguém, só feriram o membro da força local", disse à Lusa um outro residente da localidade.

Na segunda-feira, um grupo desconhecido decapitou um idoso na mesma localidade.

Desde julho de 2021, uma ofensiva das tropas governamentais com apoio do Ruanda a que se juntou depois a Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) permitiu recuperar zonas onde havia a presença de rebeldes, mas, a fuga destes tem provocado novos ataques noutros distritos usados como passagem ou refúgio temporário.

"Cabo Delgado tornou-se uma negação do Estado de Direito"

Leia mais