Bélgica em 3º lugar no Mundial | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 14.07.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Bélgica em 3º lugar no Mundial

A seleção de futebol belga conquistou sua melhor posição na história das Copas do Mundo, ao vencer a Inglaterra por 2-0, no Estádio de São Petersburgo, este sábado (14.07).

De volta às semifinais após 32 anos, os 'Diabos Vermelhos' novamente não conseguiram chegar à decisão, mas desta vez a seleção belga encerrou a campanha com um triunfo - ao contrário do que ocorreu em 1986, quando perdeu para a França.

A equipa dirigida por Roberto Martínez saiu em vantagem logo no começo do jogo, com um gol de Meunier (4’). Numa cobrança de tiro de meta por Chadli Meunier se antecipou à marcação e completou de pé direito para o gol, tornando-se o décimo belga a marca nesta Copa.

Na etapa final, num contra-ataque belga, Hazard marcou o segundo (82’).

"É sobre essa conquista. Acho que esses jogadores merecem isso", disse o técnico belga, Roberto Martinez.

"O que vimos nesta Copa do Mundo é que os jogadores não queriam mais contar com talento, eles queriam contar com o trabalho em equipe, tornando-se um grupo de jogadores que faria qualquer coisa para alcançar resultados," acrescentou.

WM 2018 - Belgien - England (picture-alliance/dpa/P. D. Josek)

Hazard comemora o segundo golo da equipe belga

Por seu lado, o capitão da equipa inglesa considerou que "este jogo mostrou que ainda há espaço para melhorias".

"Não somos o artigo finalizado, ainda estamos melhorando e só melhoraremos. Não queremos esperar outros 20 anos para chegar às semifinais e às grandes partidas. Precisamos melhorar, precisamos ficar melhor, mas isso vai acontecer ", disse ele.

Evolução da equipa inglesa

Apesar do revés, a Inglaterra também pode comemorar a segunda melhor colocação de sua história, já que repetiu o quarto lugar de 1990.

Além disso, a seleção inglesa tem tudo para ter o artilheiro deste Mundial. Capitão da equipa inglesa, o mais jovem na história do torneio, aos 25 anos, Harry Kane marcou seis golos neste Mundial.

Seu concorrente mais próximo, Lukaku, também não marcou e parou nos quatro. Entre os finalistas, os franceses Griezmann e Mbappé são as maiores ameaças, com três golos cada.

Esta foi a segunda vez que as duas seleções se enfrentaram nesta Copa. Em partida pela terceira rodada do grupo G, a Bélgica venceu por 2-1.

Leia mais