Angola: Arranca campanha de recolha de sangue no Namibe | Angola | DW | 24.06.2021

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Angola

Angola: Arranca campanha de recolha de sangue no Namibe

Instituto Nacional de Sangue em Angola lançou um programa de recolha de sangue junto da comunidade do Namibe por falta de reservas. O objetivo é consciencializar a população para a importância da doação espontânea.

A falta de sangue nos hospitais do Namibe tem criado muitas dificuldades aos pacientes e familiares de pessoas internadas nas unidades sanitárias da província. 

Para mitigar este problema, o Instituto Nacional de Sangue e a Universidade do Namibe lançaram uma campanha que já contou com mais de 50 dadores, entre estudantes e funcionários. 

"Quem doa sangue, doa vida. É dar um pouquinho de vida àqueles que precisam e sinto-me lisonjeada, porque eu já sou dadora desde 2007", disse Vitorina Tchimunco, funcionária da universidade e uma das participantes na iniciativa.

Angola Blutspendeaktion in Namibe

Vitorina Tchimunco, dadora de sangue

"Todos os anos, faço questão de cumprir o meu dever todas as vezes que alguém precisa, desde que eu esteja em condições e com possibilidade de doar", acrescentou.

Doação deve ser espontânea

A estudante universitária Ariane Araújo também participou na campanha e apela à doação espontânea, sem que haja necessidade de se fazerem campanhas por falta de reservas sanguíneas.

"Não é a minha primeira vez. É uma causa à qual me juntei há dois anos. Desde então, estou nesta causa de corpo e alma, porque ainda temos amor para partilhar. Aconselho a dar sem ter que pedir. É importante", assevera.

A responsável pelo Serviço de Hemoterapia do Hospital Provincial do Namibe, Selinda Fernanda Jongolo, salienta que as doações voluntárias vão ajudar a reduzir as mortes na região.

Angola Blutspendeaktion in Namibe

Selinda Fernanda Jongolo, responsável pelo Serviço de Hemoterapia do Hospital Provincial do Namibe

"Este sangue que colhemos hoje vai minimizar a carência de sangue nos nossos hospitais. Este sangue vai para a província toda, não só para o hospital provincial. Temos o Hospital Materno-infantil, o Hospital Municipal do Saco Mar e o Hospital Municipal do Tômbwa", indicou.

"Para nós é sempre uma alegria saber que teremos a situação minimizada. A nossa salvação têm sido os doadores familiares", acrescenta.

Sangue, um líquido precioso

Em representação da Reitoria da Universidade do Namibe, o professor Jerónimo Evaristo Sanchos lembrou as responsabilidades desta instituição de ensino superior, que vão além da formação e investigação.

"Também temos o sentido de responsabilidade, pela grande importância que tem esta atividade do doador de sangue, sobretudo para podermos ajudar, com o pouco que os funcionários podem fazer, e para conseguirmos mitigar as grandes necessidades que os hospitais ou os gabinetes provinciais de saúde têm deste líquido precioso", concluiu.

Assistir ao vídeo 01:13

Covid-19: Reservas de sangue abaixo do recomendado motivam apelo a doações na Costa do Marfim

Leia mais