RDC: Trinta pessoas são condenadas à pena de morte | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 15.05.2021

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

RDC: Trinta pessoas são condenadas à pena de morte

Os congoleses condenados entraram em confronto com a polícia numa cerimónia de encerramento do Ramadão na capital Kinshasa.

Foto ilustrativa: Mulheres celebram o Ramadão na RDC

Foto ilustrativa: Mulheres celebram o Ramadão na RDC

Trinta pessoas foram condenadas à pena de morte este sábado (15.05) na República Democrática do Congo (RDC) por terem entrado em confronto com a polícia na capital Kinshasa.

A manifestação ocorreu na quinta-feira passada (13.05) e marcou o fim do Ramadão.

Os violentos confrontos eclodiram entre muçulmanos que disputavam o acesso ao estádio dos Mártires para realizar a oração oficial de encerramento do Ramadão.

O julgamento de 38 pessoas começou na sexta-feira (14.05) em Kinshasa. A pena de morte aplicada a 30 delas não tem sido empregada na RDC desde que foi introduzida uma moratória em 2003.

Confronto violento

Segundo as autoridades, os manifestantes atacaram a polícia que se encontrava presente para supervisionar a cerimónia.

Um relatório oficial inicial indicava que um agente da polícia tinha sido morto. Mais de 45 polícias foram feridos, oito dos quais se encontram em estado crítico.

Vários veículos da polícia foram danificados e um deles foi completamente queimado.

Leia mais