++ Minuto a Minuto: Contagem de votos em Moçambique ++ | Moçambique | DW | 12.10.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Eleições autárquicas de Moçambique de 2018

++ Minuto a Minuto: Contagem de votos em Moçambique ++

Continua o apuramento dos votos das autárquicas de quarta-feira. STAE já anunciou vitória da FRELIMO em 32 autarquias, da RENAMO em seis e do MDM num município. E há autarquias em que não há qualquer atualização oficial.

Todas as atualizações na hora de Maputo

 

Os principais acontecimentos até agora:

- Processamento dos votos continua. Resultados devem começar a ser divulgados hoje pelos órgãos eleitorais distritais e não na Internet.

- Em Montepuez, Cabo Delgado, houve confrontos entre polícia e apoiantes da RENAMO que reclamam vitória na autarquia.

- STAE anunciou vitória da FRELIMO em 32 autarquias, da RENAMO em seis e do MDM num município (Beira). 

- ONG que monitoriza o processo considera que a RENAMO está em condições de ganhar 10 ou mais municípios.

Encontra uma síntese da contagem aqui: 

 

22:00 E por hoje é tudo em termos de atualização da contagem dos votos e outros factos relacionados ao processo eleitoral. Amanhã continuaremos a trazer mais informações. Conte-nos o que presenciou em relação ao processo de votação, participe! A nossa página no Facebook é: DW Português para África

21:45 Na sua página no Facebook, a "Sala da Paz" emitiu um comunicado sobre os incidentes do período de contagem e divulgação dos resultados das autárquicas. Aceda-o aqui: Comunicado sobre incidentes

 

21:27 E continuam as denúncias de alegados ilícitos eleitorais:

20:16 A missão eleitoral da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) considerou hoje em Maputo que as eleições respeitaram "as práticas internacionais de referência", apesar de "incidentes pontuais e localizados", refere a declaração preliminar da missão de observação eleitoral da CPLP, lida pelo chefe da equipa, o cabo-verdiano Amílcar Spencer Lopes. A informação é avançada pela agência de notícias Lusa.

 

19:21 Suposto edital dá vitória a FRELIMO na Matola, informa O CIP na sua página do Facebook: 

Um edital de apuramento intermédio da CDE da Matola, entretanto não confirmado por este órgão, atribuiu vitória muito apertada à FRELIMO, com 148 744 (48.15%) votos contra 146 631 (47.46%) da RENAMO e 12 759 (4.13%) do MDM.
Entretanto, o STAE não confirma a autenticidade do edital embora confirme que foi realizado hoje o apuramento de resultados que serão publicados amanhã às 9 horas no auditório municipal da Matola.

Cláudio Langa, porta-voz do STAE a nível Central, Leia Mula, porta-voz do STAE na Matola e Rogério Simione, diretor adjunto do STAE na Matola, falaram ao "Boletim" do CIP e não confirmaram o edital. Todos disseram que só amanhã o documento será oficialmente publicado.

19:00 E os tumultos na sequência acontecem um pouco por todo o lado, como reporta o CIP:

18:54 O STAE deve apresentar os resultados relativos à cidade da Matola, segundo um comunicado posto a circular:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

18:36  Em Lichinga vive-se um clima de agitação neste momento, reporta o nosso correspondente Manuel David. A mesma é protagonizada pelos simpatizantes da RENAMO, que alegam ser os verdadeiros vencedores das eleições, de acordo com os apuramentos paralelos que o partido fez.

Entretanto, o cabeça de lista do partido, Saíde Fidel, em entrevista à DW, disse que as eleições não foram justas e nem transparentes porque houve indivíduos vindos de três distritos vizinhos que votaram a favor da FRELIMO.     

E isto acontece uma hora depois do STAE distrital ter divulgado os resultados intermédios que dão uma larga vantagem a FRELIMO de 28.618 votos contra dos 24.949 da RENAMO e 1.591 para o MDM.  

18:29 O pesquisador Borges Nhamire denuncia uma alegda fraude na sua página no Facebook:

Escândalo em Monapo?

Uma mesa mudou os resultados a estes níveis?
A FRELIMO passou de 8 480 votos (apuramento provisório de 63 mesas) para para 9 579 votos (apuramento intermédio de 64 mesas)!

De onde vieram estes votos se uma mesa que estava em falta no máximo só pode ter 800 eleitores?

Mesmo supondo que todos estes eleitores da mesa em falta votaram e na FRELIMO, não era possível ter estes números.

 

 

18:23 A Polícia da República de Moçambique (PRM) em Cabo Delgado falou sobre os tumultos:

Assistir ao vídeo 01:57
Ao vivo agora
01:57 min

Cabo Delgado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

17:31 Esta imagem da ecran de uma TV corre nas redes sociais em Moçambique desde ontem. Ela denuncia a dificuldade do STAE em fazer contas dos votos

Mosambik Maputo - STAE begeht Fehler beim Stimmen zählen und das Foto ist in sozialen Netzwerken

Números supostamente apresentados pelo STAE que não batem certo

17:05 Rogério Warro Warro e Manuel de Araújo, cabeças de lista do MDM e da RENAMO em Quelimane, dizem que estão muito satisfeitos pelos resultados eleitorais anunciados hoje pela Comissão Distrital de Eleições de Quelimane. Também a FRELIMO, diz que esta de cabeça erguida e respeita os resultados, vitoriosos da RENAMO.

Mosambik Montepuez - Anhänger von RENAMO verursachen Aufstände in Montepuez, Cabo Delgado

Tumultos em Montepuez

 

16:15 Em Tete, a Polícia nega a presença de um blindado na sede da RENAMO, ao nível da cidade de Tete. Lurdes Ferreira, a porta voz da corporação, explicou há instantes em conversa com a DW o seguinte: “O que acontece é que os carros estão a circular pela cidade porque temos informações não boas.”

Questionada sobre a natureza das informações, Lurdes Ferreira respondeu: “Não posso estar a dizer que informações são, mas a PRM está neste momento a reforçar a sua presença no terreno.”

Mosambik, Wahlkampagne, Ricardo Tomás

Ricardo Tomás é o cabeça de lista da RENAMO na cidade de Tete

16:01 O ambiente está tenso na cidade de Tete. Um blindado está neste momento a circular pelas artérias da cidade, o que se presume que nas próximas horas haverá alguma agitação, reporta o correspondente da DW África, Amós Zacarias.

A RENAMO marcou para esta tarde uma conferência de imprensa da qual diz que vai falar sobre a demora na divulgação dos resultados, mas também se espera que reaja também sobre o momento que se vive na cidade.

Há pouco minutos, Ricardo Tomás, cabeça de lista do partido, escreveu na sua conta Facebook, que a sede do partido estava sub forte vigia da Polícia, num blindado. Por outro lado, Ricardo disse que está desde ontem a receber ameaças de desconhecidos que o acusam de estar a agitar os membros do seu partido.

Por outro lado, Tomás denuncia a presença de um blindado militar defronte da delegação política do seu partido ao nível da cidade de Tete, local que há dias foi alvo de invasão da polícia.

 

15:42 A RENAMO diz que as eleições não foram livres, justas e transparentes, informa o nosso correspondente na Maxixe, Luciano da Conceição. O Porta-voz José Manteigas disse hoje à DW África que “houve fraude em todos os municípios e não só Inhambane. Por exemplo, descobrimos viaturas que transportavam pessoas que residem fora das áreas onde decorriam eleições para virem votar, por exemplo, na autarquia de Massinga, a interdição dos nossos delegados de candidaturas nas Assembleias de Votos, enchimento de votos nas urnas, falta de nomes nos cadernos e má interpretação dalei eleitoral por parte dos órgãos autárquicos”.


José Manteigas avança que a RENAMO a qualquer momento poderá tomar uma  decisão sobre as eleições que acabaram de acontecer, avançando que em alguns municípios não ira concordar com os resultados. 

15:20 O Parlamento Juvenil de Moçambique divulgou vídeos de tumultos em Montepuez. Clique aqui para ver:

15:05 CDE e plataforma electrónica do STAE divulgam resultados contrários na autarquia de Monapo em Nampula, segundo a "Sala da Paz".

O website do STAE diz que a RENAMO venceu na autarquia de Monapo. No website, a RENAMO obteve 49.16% dos votos e a FRELIMO obteve 45.38%. A CDE anunciou que a FRELIMO obteve 43% contra 42 da RENAMO
 
A "Sala da Paz" contactou o porta-voz do STAE Central, Cláudio Langa e o mesmo disse não ter informação sobre este contraste. Prometeu, contudo, pronunciar-se posteriormente.

14:52 O cabeça de lista da RENAMO no município da Matola declarou vitória as eleições autárquicas na cidade, com 48,8%, assinalando que aguarda a confirmação pelos órgãos eleitorais.  
 
 A Comissão Distrital de Eleições nesta cidade ainda não anunciou os resultados da votação de quarta-feira, devendo fazê-lo até hoje às 18:00 de Maputo, conforme impõe a legislação eleitoral.  

O cabeça de lista António Muchanga adiantou que o partido chegou à conclusão de que venceu com base na contagem dos resultados dos editais das assembleias de voto, fornecidas pelos órgãos eleitorais, em cumprimento da lei. 

António Muchanga disse que a contagem paralela feita pelo seu partido coloca na Matola a FRELIMO em segundo lugar, com124.477 votos, correspondentes a 46,86 %, e o MDM, na terceira posição, com pouco mais de dez mil votos, equivalentes a 3,96 %. 

 

14:44 Sobre a luta renhida no município da Matola, o Jornal "O País" noticia:

14:33A plataforma "Sala da Paz" na sua página no Facebook apela aos órgãos  eleitorais a divulgar os resultados em todos os municípios o mais rápido possível, sob o risco de manchar o processo eleitoral em curso, que até aqui era considerado positivo.


A plataforma que monitora o processo eleitoral sauda, contudo, a postura que os órgãos de gestão eleitoral tiveram em todas as fases deste processo eleitoral, especialmente os esforços com vista a acelerar a publicação dos resultados, incluindo a criação de softwares para a sua divulgação no respetivo website.

Contudo, tem notado com alguma insatisfação a lentidão com que a plataforma tem sido atualizada.

14:20 O CIP reporta descontentamento da RENAMO em Cabo Delgado:

14:10 A Polícia, em Cabo Delgado confirma a ocorrência de tumultos nos municípios de Montepuez e Mocímboa da Praia, reporta o correspondente da DW em Pemba, Delfim Anacleto. Diz que são apoiantes da RENAMO que se dirigiram à residência dos cabeças de lista daquela formação política para exigir explicações sobre a derrota da RENAMO naqueles municípios.

Os membros acreditam que os cabeças de lista "venderam votos a FRELIMO", tendo espancado os cabeças de lista. Nos dois casos a Polícia interveio e dispersou os manifestantes. 

Alguns apoiantes da RENAMO estão detidos e as vítimas encontram-se a receber tratamentos médicos.

Mosambik Montepuez - Anhänger von RENAMO verursachen Aufstände in Montepuez, Cabo Delgado

Apoiantes da RENAMO em tumultos

Eleições autárquicas de Moçambique de 2018: Oposição deve duplicar presença nos municípios

13:50 No sábado, a RENAMO vai promover uma "marcha pela vitória" na cidade de Nampula. De acordo com um comunicado enviado ao correspondente da DW Sitoi Lutxeque, a marcha terá início às 09:00 na delegação provincial e vai percorrer quase todas as ruas da cidade. A direção da RENAMO assegura que a marcha será pacífica.

13:36 A RENAMO não conseguiu contabilizar os votos em Nampula porque vários dos seus delegados foram detidos, disse à imprensa a mandatária provincial do maior partido da oposição. "Em Ribaué houve muitas investidas da Polícia", denunciou Glória Salvador.

Assistir ao vídeo 00:48
Ao vivo agora
00:48 min

RENAMO queixa-se da atuação da polícia em Nampula

13:17 A atualização de contagens na Internet foi feita na manhã de quinta-feira até à divulgação dos resultados provisórios pelos órgãos nacionais da CNE e STAE, cabendo agora aos órgãos distritais promover a sua divulgação, disse à agência Lusa Cláudio Langa, porta-voz do STAE. Só depois os dados serão agregados na totalidade a nível nacional, "o que se prevê que possa acontecer dentro de duas semanas", explicou outra fonte ligada ao processo. 

13:01 Entretanto, as autoridades eleitorais já divulgaram dados de várias autarquias onde a FRELIMO venceu. Aumentam as críticas em todo o país e também nas redes sociais... 

12:31 A divulgação dos resultados das autárquicas deve começar a ser feita a partir de hoje pelos órgãos eleitorais distritais e não na Internet, disseram fontes oficiais à Lusa. Segundo o porta-voz da CNE, Paulo Cuinica, foi decidido que a divulgação dos resultados seguiria o formato regulamentado e idêntico ao de eleições anteriores, passando pelos órgãos de administração intermédia. O portal conjunto do STAE e da CNE continua a não mostrar evolução nos municípios apurados desde quinta-feira. E mantém-se a informação de que estão processadas 21 das 53 autarquias.

12:15 A RENAMO diz que a demora na divulgação de resultados parciais em municípios onde está em vantagem é uma clara "tentativa de fraude". O mandatário da RENAMO, André Majibire, disse em entrevista ao correspondente da DW em Maputo Romeu da Silva que há uma "tentativa de introduzir editais falsos" e deu o exemplo de Alto Molócué, na Zambézia, onde "o STAE levava consigo dois envelopes com editais de 500 eleitores". A RENAMO denuncia também o desaparecimento de um computador com dados sobre as eleições no mesmo município. Majibire fala ainda do alegado envolvimento da polícia no desaparecimento de um kit contendo material de votação não processado.

Mosambik Nampula Wahlen

Propaganda da RENAMO destruída em Nampula

12:06 Em Moatize, o jornalista Aparício de Nascimento, editor do semanário Malacha, está refugiado num local desconhecido depois de ter recebido ameaças de sequestro, por ter divulgado os resultados de todas as mesas de votação na autarquia na página do Facebook do jornal. Segundo o MISA-Moçambique, o jornalista decidiu abandonar a sua residência na vila de Moatize, depois de ter sido alertado de que estariam a circular, num grupo restrito do WhatApp, informações de que iria ser raptado. Aparício de Nascimento disse à DW que está bem e calmo. Em comunicado, o MISA diz-se preocupado com  a situação e "condena firmemente este ato de intimidação".

11:50 A comissão distrital de eleições de Quelimane acaba de confirmar a vitória provisória da RENAMO e do seu cabeça de lista, Manuel de Araújo. A RENAMO lidera os resultados com 55,5% dos votos, seguido da FRELIMO com 33,9% e do MDM com 3,8%. Os resultados já deviam ter sido anunciados na noite passada, o que não foi possível "por razões organizacionais", justificou a comissão eleitoral.

O presidente a comissão distrital de eleições de Quelimane, Zacarias Inácio, disse que as eleições foram livres, justas e transparentes, apesar de alguns focos de conflito entre simpatizantes de alguns partidos e a unidade de intervenção rápida e do desaparecimento de urnas nalgumas mesas.

Quelimane em números: 1919 votos em branco, 2891 votos nulos, 4331 abstenções - num total de 124.126 eleitores inscritos para a votação.

11:35 E enquanto prevalece o silêncio do STAE sobre Moatize e Cidade de Tete, aumenta a tensão entre os munícipes que querem saber os resultados oficiais da votação. A FRELIMO pede "calma e serenidade" aos seus membros, até que os dados sejam divulgados pelos órgãos competentes. "Vamos continuar a controlar aqueles criminosos que querem criar distúrbios na nossa cidade para que possam responder pela situação de vandalismo”, alertou o porta-voz da FRELIMO, Domingos Macajo.

Assistir ao vídeo 01:13
Ao vivo agora
01:13 min

FRELIMO desmente vitória da RENAMO em Tete

11:05 A RENAMO também está à frente na vila de Monapo, na província de Nampula. "Comissão Distrital de Eleições está a fazer de tudo para atribuir a vitória à FRELIMO", escreve o Canal de Moçambique. "O presidente da Comissão Distrital de Eleições não quer anunciar os resultados e diz que quer enviar os editais à Comissão Provincial em Nampula", diz o jornal, que dá conta de uma reunião à porta fechada entre o STAE e a Comissão Distrital de Eleições e membros do partido FRELIMO. 

10:53 A esta hora, o site da CNE e do STAE continua sem dados novos sobre os resultados das autárquicas de quarta-feira. As críticas às autoridades eleitorais prosseguem. "Esta forma de trabalhar não credibiliza as eleições. Gera suspense e desconfiança", critica o jornalista Emildo Sambo, do jornal @Verdade, parceiro da DW. 

10:34 "Como é possível que a Sala da Paz em Nampula já terminou a sua contagem independente e o STAE ainda não?", pergunta um eleitor moçambicano numa mensagem enviada à DW pelo WhatsApp. "Os números que temos até agora das mesas já processadas indicam que a FRELIMO tem 32,80%, o MDM tem 5% e a RENAMO está com 56%. Não acreditamos tanto que esse número venha a mudar", disse Juma Aiuba, porta-voz da plataforma de observadores da sociedade civil em Nampula.

10:08 No concelho autárquico de Montepuez, na província de Cabo Delgado, há registo de confrontos entre a polícia e apoiantes da RENAMO, que contestam os resultados que dão vantagem à FRELIMO. Um assunto que está a ser acompanhado no terreno pelo correspondente da DW África Delfim Anacleto Uatanle. A RENAMO reclama vitória nesta autarquia.

09:58 Em Tete, a FRELIMO acaba de desmentir a vitória da RENAMO no conselho autárquico da cidade, proclamada quinta-feira pelo principal partido da oposição. "É mentira que a RENAMO venceu as eleições na cidade de Tete. Informações que temos através dos nossos representantes nos órgãos eleitorais indicam que estão processadas 80% das mesas e a FRELIMO está em vantagem", disse o porta-voz da FRELIMO, Domingos Macajo, em conferência de imprensa. Questionado pela DW se há números que fundamentem esta afirmação, Macajo limitou-se a dizer que o seu partido "está em vantagem".

09:45 No Facebook da DW Português para África, têm sido muitos os comentários sobre as autárquicas. Warsaw Julius, por exemplo, acredita que os dados "já estão processados, só que eles não querem publicar porque a RENAMO venceu a maior parte das autarquias da zona norte e centro do país, inclusive na Matola."

09:36 A contagem paralela da Sala da Paz também dá vantagem à RENAMO em Marromeu, na província de Sofala, numa altura em que estão processados metade dos votos. 

09:22 Numa conferência de imprensa na quinta-feira, a CNE e o STAE congratularam-se "pela forma ordeira e pacífica como decorreram as eleições." Mas os dados oficiais continuam a ser divulgados a conta-gotas e sobre algumas autarquias - como Nampula, Pemba ou Tete - continua, por esta altura, a não haver qualquer atualização na página online das autoridades eleitorais.

09:06 A cobertura eleitoral dos meios de comunicação social já foi elogiada. "Outra nota positiva digna de relevo neste processo de votação é a participação dos meios de comunicação social que cobriram o evento e fizeram chegar aos munícipes as informações e os dados em tempo real", lê-se no relatório divulgado quinta-feira pela Sala da Paz, rede de organizações não-governamentais moçambicanas que está a acompanhar o processo.

08:52 A RENAMO ganhou na terra de Ossufo Momade, líder interino do partido, lembra o investigador do CIP Borges Nhamire no Facebook: "Por coincidência ou por consciência, os eleitores da província de Nampula, a terra natal de Ossufo Momade, votaram na RENAMO. A RENAMO ganha 1 - Cidade de Nampula, 2- Nacala, 3 - Monapo, 4 - Angoche, 5 - Ilha de Moçambique, 6 - Malema. Faltou Ribaue para fazer pleno.Ossufo Momade sai fortalecido destas eleicoes. Os Macua - o mais extenso mas sempre excluído grupo grupo étnico do país - sentem-se representados no poder."

Mosambik: Ossufo Momade, Chef der größten Oppositionspartei RENAMO

Ossufo Momade, líder interino da Resistência Nacional Moçambicana

08:28 Resultados provisórios compilados pelo jornal @Verdade parceiro da DW.

08:12 A rede de organizações não-governamentais Sala da Paz considerou que as eleições foram transparentes e que os resultados até agora disponíveis correspondem aos dados da votação. "Damos nota positiva à transparência do processo, porque os órgãos eleitorais começaram a dar resultados parciais e intermédios logo após o encerramento das urnas", disse o diretor-executivo do Instituto para a Democracia Multipartidária (IMD), Hermenegildo Munjovo, em declarações à Lusa.

Relatório preliminar da missão de observação eleitoral foi apresentado na quinta-feira.

07:52 Resultados das capitais provinciais disponíveis até agora na página online do STAE e da CNE. Os municípios apurados são praticamente os mesmos desde a tarde de ontem.

Maputo: FRELIMO 56,02%, RENAMO 37,31%, MDM 5,22% (mesas processadas: 32%)

Matola: FRELIMO 48,42%, RENAMO 46,38%, MDM 4,55% (mesas processadas: 64%)

Inhambane: FRELIMO 80,77%, RENAMO 14,51%, MDM 4,72% (mesas processadas: 24%)

Beira : MDM 46,06%, FRELIMO 29,45%, RENAMO 24,12% (mesas processadas: 86%)

Chimoio: FRELIMO 52,56, RENAMO 44,45%, MDM 2,98% (mesas processadas: 100%)

Quelimane: RENAMO 56,01%, FRELIMO 39,80%, MDM 3,55% (mesas processadas: 50%)

Lichinga: FRELIMO 56,81%, RENAMO 40,38%, MDM 2,81% (mesas processadas: 64%)

Nampula, Pemba, Tete e Xai-Xai:  Continua a não haver qualquer atualização na página.

 

07:38 Ouça a reportagem do correspondente da DW em Nampula, Sitoi Lutxeque, sobre a contagem de votos na província.

Ouvir o áudio 02:56
Ao vivo agora
02:56 min

Reportagem: Contagem de votos em Nampula

07:21 Tem havido críticas de várias plataformas de observação eleitoral que realizam contagens paralelas. Em algumas assembleias de voto os editais não chegaram sequer a ser publicados.

07:09 A Comissão Nacional de Eleições (CNE) e o Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE) estão a divulgar os dados oficiais num portal conjunto online, mas são ainda muitos os municípios por apurar completamente. Até ao momento, só está concluída a contagem nas províncias de Cabo Delgado, Manica e Gaza.

06:58 Os cabeças de listas dos partidos da oposição que perderam as eleições de 10 de outubro na cidade de Maxixe, nomeadamente RENAMO, MDM e PAHUMO, vão pronunciar-se esta sexta-feira sobre os resultados intermédios divulgados pelo STAE e CNE. 

06:51 Se a RENAMO ganhar em 10 ou mais municípios, "seria um máximo histórico", lembra a plataforma de observação eleitoral Votar Moçambique, o que faria diminuir o domínio da FRELIMO, que em 2013 só não venceu em quatro das 53 autarquias. 

06:40 Na província de Nampula, no norte, membros e simpatizantes da RENAMO, já festejam a vitória desde ontem, depois de o partido ter concluído o apuramento interno, de forma parcial. A RENAMO diz que ganhou em seis das sete autarquias existentes, apesar de os resultados oficiais não terem sido ainda divulgados. "Na cidade de Nampula, a RENAMO tem 84.427 votos, o que corresponde a 51%, e a FRELIMO tem 47.376, o que corresponde a 32%", disse Glória Salvador, mandatária provincial do partido.

Mosambik Lokalwhalen Nampula

Foram longas as filas para votar em Nampula

06:29  A RENAMO está a dar luta à FRELIMO na contagem de votos em vários municípios. Na Matola, o segundo maior município do país, nos arredores da capital, Maputo, a FRELIMO lidera com 48,62% dos votos, seguida pela RENAMO com 46,38%, com 64% das mesas apuradas, segundo dados oficiais. Contagens paralelas também apontam para a vantagem do principal partido da oposição em Nampula e Quelimane. 

06:17 Tal como aconteceu em votações anteriores, o processamento de dados não terminou 24 horas depois de encerradas as urnas, continuando a passar pelos diferentes níveis hierárquicos das autoridades eleitorais. O que gera inquietações. 

06:05 A contagem de votos em Moçambique continua esta sexta-feira. Os resultados finais das eleições autárquicas deveriam ter sido divulgados às 19:00 de quinta-feira, o que acabou por não acontecer. 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

22:00 Por esta quinta-feira, dia 11 de outubro, é tudo em termos de atualização da contagem dos votos das eleições autárquicas de ontem. Amanhã há mais a partir das 6 horas. Relate-nos algo inédito que tenha presenciado no escrutínio na nossa página do Facebook: DW Português para África

Mosambik Kommunalwahl 20.11.2013 Quelimane Manuel de Araújo

Manuel de Araújo, cabeça de lista da RENAMO em Quelimane e potencial vencedor (foto de 2013)

21:30 Não foi possível divulgar esta noite, conforme o previsto, os resultados preliminares na cidade de Quelimane. No meio de muitos "gaguejos", o presidente da Comissão Distrital de Eleições de Quelimane não conseguiu trazer a real informação dos números de votos e a percentagem do escrutínio, informa o nosso correspondente em Quelimane, Marcelino Mueia.

Entretanto, analistas políticos dizem que o facto pode ser visto como tentativa de viciação de resultados que até então apontam a favor da RENAMO, seguido da FRELIMO e MDM na terceira posição.

Depois de muita discussão esta noite com jornalistas que procuravam obter resultados, o presidente da Comissão Distrital adiou a publicação para a sexta-feira às 8 horas.

Dezenas de observadores eleitorais saíram do local de boca fechada, surpreendidos pela atitude e sem qualquer argumento. Vários munícipes estão revoltados.

Mosambik Flüchtlinge in Moatize

Moatize, província de Tete

21:22 O diretor distrital do STAE na vila de Moatize e o chefe das operações do mesmo órgão são acusados de tentativa de fraude, após serem flagrados ontem à noite com boletins de votos e kits de voto violados, reporta o nosso correspondente em Tete, Amós Zacarias.

Trata-se de material de sete assembleias de voto que funcionaram na Escola Primária Missão São João Baptista na vila de Moatize. 

O diretor-adjunto do STAE local, Carlos Maia, que terá flagrado o seu chefe num ato de enchimento dos boletins, disse esta tarde à imprensa que frustada a tentativa de fraude, o diretor e o chefe das operações puseram-se em fuga, abandonando o material no local.

No entanto, Júlio Jossias Baulene - o acusado - reapareceu ao princípio desta manhã na sede do STAE distrital, mas não aceitou falar à imprensa sobre as acusações que pesam sobre ele, e do processo de votação em Moatize.

A Polícia em Moatize, mesmo reconhecendo que houve a violação dos kits disse que aquele era um assunto interno do STAE.

21:14 A página online do STAE continua sem atualizar muitos dos resultados. Mesmo assim voltamos a publicar os resultados da capitais provinciais disponíveis até agora:

Na cidade de Maputo a FRELIMO continua com 56,02%, a RENAMO com 37,31% e o MDM com 5,22%.

Na cidade da Matola a FRELIMO conseguiu 48,42% e a RENAMO 46,38%. O MDM soma 4,55% dos votos.

Na cidade de Xai-Xai não há atualização na página.

Na cidade de Inhambane a FRELIMO vence com expressivos 80,77%.

Na cidade da Beira o MDM está com 46,06%, seguido da FRELIMO com 29,45% e depois vem a RENAMO com 24,12%.

Na cidade de Chimoio já estão apurados todos os votos há muito tempo e a FRELIMO venceu com 52,56%. A RENAMO ficou em segundo com 44,45% e o MDM em terceiro com 2,98%.

Na cidade de Quelimane a RENAMO soma 56,01% dos votos, a FRELIMO 39,80% e o MDM 3,55%.

Na cidade de Tete não ha resultado algum na página do STAE.

Na cidade de Nampula o STAE não disponibiliza qualquer resultado.

Igual situação acontece no caso da cidade de Pemba.

Na cidade de Lichinga estão apurados os resultados de 90 das 139 mesas e a FRELIMO vence com 56,81%. A RENAMO vem logo de seguida com 40,38% e o MDM com 2,81%.

20:21 O maior partido da oposição há tempos que já festeja a vitória em Tete:

Assistir ao vídeo 01:21
Ao vivo agora
01:21 min

RENAMO já festeja vitória em Tete

20:04 E quem diria...

19:50 E algo inédito para o maior partido da oposição em Cabo Delgado, segundo o CIP que monitora o processo eleitoral:

19:46 "Fazemos questão de dividir esta vitória com todos vós. E estendemos estes agradecimentos a todos que direta ou indiretamente apoiaram e participaram na campanha eleitoral, apresentamos as nossas saudações as outras três formações políticas, particularmente os respetivos cabeças de listas, por terem mostrado que o exercício político não tem fronteiras e por sinal transformaram em festa e cidadania este pleito eleitoral", disse porta-voz do MDM na Beira, Carla de Almeida.

19:30 Alguns dados do CIP na Zambézia: 

19:21 Nem tudo terá corrido tão bem para a segunda maior força da oposição:

19:19 De acordo com a contagem paralela do CIP, a RENAMO conseguiu uma vitória em Nacala - Porto:

Mosambik Wahl | Anhänger von MDM

Passeata comemorativa do MDM pela cidade da Beira

18:53 Está a decorrer desde às 15 horas uma passeata do MDM em várias artérias da cidade da Beira. O objetivo, de acordo com Daviz Simango, é passar de bairro em bairro a agradecer aos munícipes que votaram no seu partido pelo voto de confiança.

Bilderlgalerie Zambézias degradierte Schulen

Carlos Carneiro, cabeça de lista da FRELIMO em Quelimane

18:40 Os resultados finais das eleições autárquicas deverão ser divulgados às 19 horas. Em Quelimane, jornalistas e observadores já se estão a posicionar junto do local onde será realizada a conferência para a publicação definitiva. Membros da FRELIMO, entrevistados pela DW África em Quelimane preferem não comentar sobre as eleições e dizem esperar com muita ansiedade os resultados em casa, tal como afirmou o seu cabeça de lista Carlos Carneiro.

Borges Nhamire, CIP-Forscher

Borges Nhamire, pesquisador do CIP, ONG que está a monitorar as autárquicas

18:07Comentário do pesquisador do CIP Borges Nhamire na sua página do Facebook: Em todas as autarquias onde a FRELIMO ganhou, o nível de processamento é rápido. Onde a RENAMO ganhou ou a disputa é renhida, o nível de processamento é lento.

Evidência:

Na província de Manica, onde a FRELIMO ganhou em todos os municípios, está 100% processado. Do outro lado, Cuamba, Moatize - aqui o diretor do STAE sumiu com os resultados - Nacala, Tete, Matola, Malema, onde a RENAMO está na dianteira ou muito perto disso, o processamento ou ainda nao começou ou está bastante lento.

Comentário:

Nada que me escandaliza!

17:48 As plataformas que monitoram as eleições autárquicas são bastante ativas e antecipadas:

17:26 O Comité de Resposta de Reconciliação Local, uma plataforma da sociedade civil, está neste momento reunido em Quelimane para analisar problemas ocorridas ontem durante as autárquicas. O órgão está preocupado com a atuacão da polícia nos postos de votação.

Segundo a plataforma, várias pessoas incluindo mulheres grávidas, teriam sido espancadas brutalmente nos bairros de Janeiro, Icidhua, Sangariveira pela unidade de intervenção rápida.

De acordo com a agremiação, houve desaparecimentos de votos que ainda não foram encontradas até ao momento. As urnas desaparecidas foram dos postos de votação do bairro Manhaua e uma outra foi na unidade residencial do bairro Torrone Velho.

Cândida Quintano, uma das representantes da plataforma, disse à DW África que os episódios já foram encaminhados ao Conselho Distrital de Eleições de Quelimane.

Mosambik Zivilgesellschaftliche Organisation Comité de resposta de reconciliação local (DW/M. Mueia )

Comité de Resposta de Reconciliação Local

17:20 Autarquias onde as mesas estão completamente apuradas: 
Gaza
- Praia de Bilene
- Chokwe 
- Chibuto 
- Mandlakazi 
Sofala 
- Gorongosa 
Manica
-Chimoio
-Catandica
-Gondola
-Sussudenga
-Cidade de Manica
Zambézia
- Milange
- Maganja da Costa 
Tete
- Nhamayabwe 
Niassa
- Metangula 
- Mandimba 
Cabo Delgado 
- Chiure
- Montepuez
- Vila de Mueda

17:15 Na cidade de Inhambane, o STAE indica uma liderança clara da FRELIMO com 80,77%, mas com apenas 24% das mesas processadas (RENAMO 14,51%, MDM 4,72%). Das outras autarquias da província de Inhambane (Massinga, Maxixe, Quissico, Vilankulo) ainda não foram divulgados resultados. 

17:10  No Niassa, a FRELIMO lidera na capital provincial Lichinga com 56,81%. A RENAMO tem 40,38% e o MDM 2,81% após a contagem de cerca de dois terços das mesas. Vários cidadãos ouvidos pelo correspondente da DW África, Manuel David, mostraram-se céticos em relação aos resultados. Sentiram uma vontade de mudança política durante a campanha e no dia da votação na maioria da população, disseram à DW África. 
A FRELIMO vence em Metangula com 64,56% (RENAMO 33,94%, MDM 1,5%), em Mandimba com 57,40% (RENAMO 39,05%, MDM 3,55%) – em ambas as localidades foram processadas todas as mesas. Em Marrupa, a FRELIMO lidera com 70,86% (RENAMO 19,85%, MDM 9,29%) e deve ganhar as eleições, já que foram processadas 86% das mesas.  Ainda não são conhecidos resultados para a localidade de Cuamba. 

Mosambik | Wahlkampagne Lichinga

Niassa é bastião da FRELIMO. Apoiantes do partido na caça ao voto

17:05 Em Chimoio, a FRELIMO está em vantagem com 52,56%, seguida pela RENAMO com 44,45% e depois o MDM com 2,98%, Estão contados todos os votos das 220 mesas.

16:57 FRELIMO em vantagem na Cidade de Manica com 59,14%. Já estão processadas todas as 42 mesas. A RENAMO está com 37,68% e o MDM com 3,18%.

Vitórias da FRELIMO também nas outras autarquias da província de Manica: em Catandica com 63,61% (RENAMO 34,11%, MDM 2,28%), em Gondola com 59,03% (RENAMO 36,66%, MDM 4,31%), em Sussudenga com 64,73% (RENAMO 23,70%, MDM 11,56%) e na cidade de Manica com 59,14% (RENAMO 37,68%, MDM 3,18%). 

Mosambik Sitzung der NRO Sala da Paz in Chimoio

Plataforma "Sala da Paz" reunida em Chimoio para discutir as eleições

16:33 Na cidade de Xai-Xai não há resultados publicados pelo STAE.

16:31 No caso da província de Cabo Delgado, o STAE ainda não divulgou dados provisórios para a capital provincial Pemba. Também ainda não há resultados para Mocímboa da Praia.
Em Chiure, a RENAMO conquista pela a primeira vez uma autarquia para a oposição em Cabo Delgado com 56,01% dos votos. A FRELIMO fica em segundo lugar com 38,05% e o MDM teve 3,58% e o partido MONARUMA 2,35% (todas as mesas processadas). 
Em Montepuez, a FRELIMO vence com 51,78%, a RENAMO ocupa o segundo lugar com 43,77% e o MDM teve 4,45% (100% das mesas processadas). 
Mais expressiva é a vitória da FRELIMO em Mueda com 91,58% após o fim do processamento de todas as mesas (MDM 5,78%, RENAMO 2,64%). 

Mosambik STAE-Plakat - Wahlverwaltung - Provinz Inhambane (DW/Luciano da Conceição)

O STAE não está a atualizar os resultados de algumas autarquias

16:24 Na província de Gaza, bastião histórico do partido FRELIMO, o STAE ainda não divulgou dados provisórios nem para a capital provincial Xai-Xai, nem para a localidade de Macia. Na Praia de Bilene, a FRELIMO ganha com 86,00% (todas as mesas processadas). O MDM tem 9,72% e a RENAMO 4,28%.  A FRELIMO também vence com grande vantagem em Chokwe (FRELIMO 87,49%, MDM 7,19%, RENAMO 5,32%), Chibuto (FRELIMO 90,44%, RENAMO 4,95%, MDM 4,61%) e Mandlakazi (FRELIMO 89179%, RENAMO 7,17%, MDM 3,66%)  - todas as mesas já foram processadas nestas três localidades. 

16:20  A nível da província de Tete, o STAE ainda não publicou resultados provisórios para a capital provincial, Tete, nem para Moatize. Na localidade de Ulongue (88% das mesas processadas), a FRELIMO lidera com 58,54%. A RENAMO tem 38,16%, seguido do MDM com 3,30%. Situação parecida em Nhamayabwe (100% das mesas processadas) onde a FRELIMO ganha com 69,02%. A RENAMO tem 28,48%, o MDM 2,49%.

Manuel de Araújo

Manuel de Araújo, cabeça de lista da RENAMO

16:17 Na Zambézia, o STAE publica os seguintes resultados provisórios: Em Quelimane, e com apenas 50% das mesas processadas, a RENAMO lidera com 56,01%. A FRELIMO tem 39,80% e o MDM 3,55%. 

Em Gurúè, a FRELIMO lidera com 51,45% dos votos (92% das mesas processadas) e é o provável vencedor. O MDM, que deteve esta autarquia até agora, tem apenas 43,61% e a RENAMO 4,94%. 

Em Milange, a FRELIMO vence com 56,89% dos votos. A RENAMO teve 40,49% e o MDM 2,62%. A FRELIMO também leva Maganja da Costa com 52,75%. A RENAMO recebeu 41,67% dos votos e o MDM 5,58% (todas as mesas processadas em ambas as vilas).

Em Alto Mulócuè, uma vitória da RENAMO é muito provável, já que o partido da perdiz lidera com 50,66%, quando 92% das mesas já foram processadas. A FRELIMO tem 43,95% e o MDM 5,39% dos votos. 

Para Mocuba ainda não foram divulgados resultados provisórios. 

Mosambik Anhänger von RENAMO feiern den Sieg im Voraus (DW/S. Lutxeque)

Na Cidade de Nampula apoiantes da RENAMO festejam a vitória da RENAMO sem uma confirmação oficial do STAE

16:16 É quase certa a vitória da RENAMO em Monapo, das 63 mesas 62 já estão escrutinadas e a RENAMO leva vantagem: 49.16 %. A FRELIMO está em segundo com 45,38% e em terceiro está o MDM com 3,26%. 

16:07 E o jornal A Verdade mostra as disparidades orçamentais entre autarquias:

15:55 Em Angoche, a RENAMO conseguiu até ao momento 46,35% dos votos e leva ligeira vantagem sobre a FRELIMO que está com 45.67 %. O MDM soma 4.84 %. Estão processadas 47 das 66 mesas.

15:34 Os resultados provisórios do STAE dão vantagem a RENAMO na Ilha de Moçambique: 50,28%. A FRELIMO está em segundo lugar com 37,43% e o MDM vem logo a seguir com 10,37%. Estão processadas 24 das 49 mesas existentes. 

15:30 Já em Ribáuè, onde a FRELIMO leva vantagem, a atualização prossegue. O partido no poder tem 46,87%, a RENAMO 42,42% e o MDM 8,18%.

15:28 Para as cidades de Nampula e Nacala-Porto, o STAE não tem atualização nenhuma.

Kommunalwahlen in Mosambik

Amisse Cololo, candidato da FRELIMO para o município de Nampula

15:25 A nível da província de Sofala, o STAE publica os seguintes resultados provisórios: O MDM consegue vencer no seu bastião, a Beira, com 46,06%. Com 86% das mesas processadas, isto significa a recondução de Daviz Simango para o seu posto como edil da capital de Sofala. A FRELIMO tem 29,45% e a RENAMO 24,12%. 

Na Gorongosa (100% das mesas processadas), a FRELIMO vence com 72,16%. A RENAMO, apenas consegue 20,54% apesar de ser um bastião do partido. O MDM teve 7,30%. 

O STAE ainda não apresentou dados provisórios para os municípios de Dondo, Nhamatanda e Marromeu. 

15:21 Centenas de membros e simpatizantes da RENAMO concentram-se na sua delegação provincial para festejar a vitória do seu partido em Nampula. Eles celebram com músicas propagandistas da RENAMO.

15:20 Na cidade de Tete, a RENAMO acaba de dar uma conferência de imprensa, na qual declara vitória ao nível do conselho autárquico de Tete. Mesmo sem apresentar os números que sustentem isso, o porta-voz da RENAMO na cidade de Tete, Hernani da Silva, diz que o seu partido é o justo vencedor das eleições. Neste momento, membros e simpatizantes do partido acompanhados por Ricardo Tomás, o cabeça de lista, festejam nas ruas. Porém, o porta-voz da CNE, Paulo Cuinica, disse que os dados preliminares de Tete e da vila vizinha de Moatize ainda estavam as ser processados.

15:17 Na Cidade da Matola a disputa está renhida a FRELIMO soma 48,42% e a RENAMO 46,38%. Estão processadas até agora 458 mesas, o correspondente a 64% das mesas. 

14:15 O STAE em Cabo Delgado apresentou a sua versão dos incidentes da vila de Mocímboa da Praia. Segundo o organismo, as escaramuças com a Polícia terão sido causadas pela celebração antecipada de uma provável vitória da RENAMO. 

15:07 Na Cidade de Maputo a FRELIMO leva vantagem em relaçãos aos outros partidos. A FRELIMO segue com 56,02%, a RENAMO com 37,31% e o MDM com 5,22%.

13:53 A Polícia na Zambézia confirmou a detenção de dois membros do MDM por ilícitos eleitorais, segundo constatou Marcelino Mueia, correspondente da DW África. Foram detidos na quarta-feira numa das escolas no bairro Aeroporto em Quelimane, porque faziam campanha a porta das mesas de votação ou postos de votação, justificou a polícia. Listano Evaristo, delegado político do MDM em Quelimane, confirmou a detenção, mas acrescentou que já foram postos em liberdade condicional, e, que um deles será julgado na próxima sexta-feira pelo tribunal judicial da província da Zambézia.

O porta-voz do comando provincial da Polícia da República de Moçambique (PRM) na Zambézia, Miguel Caetano, fez um balanço positivo do dia da votação. Apesar dos incidentes nas eleições de ontem, os zambezianos comportaram se bem. Não houve situações de vulto e apenas pequenos incidentes ocorridos, disse.

13:50 Neste momento, já estão contados cerca de 1,1 milhões de votos em 35 dos 53 municípios de Moçambique. Resultados compilados a nível nacional até agora: 52% para a FRELIMO e 48% para os partidos da oposição.

13:28 O jornal @Verdade, parceiro da DW, revela quanto dinheiro os novos autarcas terão disponível para pôr em práticas as promessas feitas durante a campanha eleitoral.

13:09 Está confirmada a vitória da RENAMO em Chiúre, avança o CIP, citando dados da Comissão Distrital de Eleições. É a primeira vez que a oposição ganha num município da província de Cabo Delgado.

Eleitores inscritos: 31.230
Total de votos 17.813
RENAMO: 9.036
FRELIMO: 6.144 
MDM: 578
MONARUMO: 379
Votos Nulos: 473
Votos em Branco: 1.169

12:54 Na autarquia de Maxixe, ainda decorre o apuramento dos votos. O correspondente da DW Luciano da Conceição está a acompanhar o processo, juntamente com partidos políticos e órgãos da administração eleitoral. Resultado intermédio:

FRELIMO: 23 mil (75%)
RENAMO: 4.984 (16%)
MDM: 2.303 (7,5%)
PAHUMO: 262 (0,85%)
Total de mesas: 93
Eleitores inscritos: 62 mil
Número de votos na urna: 32 mil 
Votos em branco: 757
Votos nulos 1.270
Votos válidos: 30.569
 

12:45 Observadores internacionais estão presentes na sala do STAE em Maxixe, atentos à contagem dos votos. 

Mosambik Nampula Wahlnotizbücher

País foi a votos na quarta-feira

12:33 Segundo contagens paralelas em cinco municípios divulgadas pelo Boletim do Processo Político em Moçambique do Centro de Integridade Pública (CIP) e disponíveis na plataforma da Open University:

Ilha de Moçambique: RENAMO 49%, FRELIMO 30%, MDM 11%
Mocuba: FRELIMO 49%, RENAMO 48%, MDM 3%
Gurué: FRELIMO 51%, MDM 44%, RENAMO 5%
Alto Molocue: RENAMO 50%, FRELIMO 44%, MDM 5%
Angoche: RENAMO 51%, FRELIMO 41%, MDM 4%

Outros resultados: Chiure, Cabo Delgado: RENAMO 56%, FRELIMO 38%, MDM 4%, Monarumo 2% - primeira vitória da RENAMO em Cabo Delgado.

12:19 O CIP alerta para uma "possível fraude" em Gurué. 

12:02 A FRELIMO lidera a contagem na autarquia de Gurué com 46% de votos, em segundo lugar está o MDM com 40%, seguido da RENAMO com 4%. Resultados provisórios divulgados pelo CIP, de acordo com a contagem paralela.

11:50 De acordo com o mais recente balanço da Sala da Paz, em 294 (88%) das 333 mesas verificadas pelo mecanismo de monitoria e gestão de conflitos eleitorais não se registou casos de impedimento de eleitores de votar, em 33 (10%) foram impedidas de votar de 1 a 5 pessoas, em 5 mesas foram impedidas de votar de 6 a 10 eleitores e numa mesa foram impedidos de votar mais de 10 eleitores.

11:39 Segundo os números provisórios mais recentes do CIP em Maputo, neste momento a FRELIMO (Eneas Comiche) está à frente da contagem com 55% dos votos, seguida da RENAMO (Hermínio Morais) com 38%. Na Matola, a FRELIMO soma para 49% dos votos e a RENAMO 46%. A CNE agendou uma conferência de imprensa para as 12:00 para atualizar os dados.

11:30 Em Nampula, pelo menos 40 pessoas foram detidas, em quase todos os sete municípios da província, durante o processo de votação. A polícia diz que os cidadãos perturbaram a ordem e tranquilidade ao tentar invadir mesas de assembleias de votos e fazer campanha no dia de votação. Segundo Zacarias Nacute, porta-voz da PRM em Nampula, 10 pessoas foram detidas na capital provincial, 21 em Ribáué e 9 na cidade de Nacala-Porto.

11:20 Em entrevista à DW África, Daviz Simango diz que o seu partido, o MDM, apresentou "o melhor manifesto eleitoral", ao ponto de receber a confiança dos eleitores da Beira.

Assistir ao vídeo 01:00
Ao vivo agora
01:00 min

Beira: Daviz Simango confiante na vitória do MDM

11:09 As eleições autárquicas em Moçambique darão um "sinal importante" sobre o progresso do processo de paz, consideram analistas do Standard Bank. Dizem ainda que o resultado pode ter um impacto na economia do país, "porque apesar de estar a subir, a inflação tem sido claramente limitada pelo baixo aumento dos preços alimentares", destacam. "Será instrutivo ver se o partido no poder, FRELIMO, e a oposição da RENAMO aceitam o resultado das eleições", concluem.

10:46 A DW África confirmou esta manhã a agitação na vila de Mocímboa da Praia, Cabo Delgado. As escaramuças começaram quando alguns apoiantes da RENAMO decidiram permanecer nos postos de votação para alegadamente controlar os seus votos e a polícia mobilizou forças para dispersar os eleitores. A RENAMO também denunciou à DW atos de violência protagonizados pela polícia.

Ouvir o áudio 01:10
Ao vivo agora
01:10 min

Polícia: "Não houve escaramuças" em Mocímboa da Praia

Mas as autoridades negam qualquer confronto e uso da força no município. "Não houve escaramuças. O que aconteceu foi que membros e simpatizantes de um dos partidos concorrentes amotinaram-se numa das mesas de votação aguardando a contagem dos votos, daí que a polícia foi chamada a agir e acorreu ao local", disse Augusto Guta, porta-voz do Comando Provincial.

10:32 Os resultados preliminares em Quelimane dão neste momento a vitória a Manuel de Araújo, o candidato da RENAMO, com cerca de 44.652 votos, contra 27.416 da FRELIMO e 2.766 do MDM.

10:19 A cidade de Quelimane está bastante calma, depois da agitação registada na noite passada, na sequência dos resultados que iam sendo anunciados nas mesas de voto. Há menos movimento nas ruas e alguns estabelecimentos comerciais ainda têm as portas encerradas. 

Assistir ao vídeo 01:01
Ao vivo agora
01:01 min

Autárquicas: Agitação durante votação de Manuel de Araújo

Alguns munícipes contaram ao correspondente da DW Marcelino Mueia que preferem ficar em casa para recuperar o cansaço causado pelas insónias provocadas pelas batucadas e gritos de exaltação de alguns membros dos partidos. Nos bairros Micajune, Floresta, Namuinho, Gogone e mercado de Aquima e Brandão, pequenos grupos de moradores têm os ouvidos colados à rádio, à espera do anúncio oficial dos resultados das eleições desta quarta-feira.

10:05 A cidade de Nampula está neste momento a viver momentos de agitação. Segundo o correspondente da DW Sitoi Lutxeque, a polícia está a usar a sua máxima força para repelir possíveis aglomerados populacionais, na sua maioria de jovens simpatizantes da RENAMO, que pretendem saudar as vantagens que o partido está a ter.

09:58 Em termos de resultados, a RENAMO segue à frente no conselho autárquico de Moatize. Dos dados recolhidos pelo correspondente da DW Amós Zacarias nos editais fixados em todas as 49 assembleias de voto, o maior partido da oposição contabiliza 11.171 votos, contra 9.789 da FRELIMO. O MDM está para já na terceira posição com 799 votos. 

Mosambik Nampula Wahlen | RENAMO

Campanha da RENAMO em Nampula

09:49 Na vila de Moatize, material de oito assembleias de voto foi vandalizado por indivíduos desconhecidos, após a contagem e divulgação dos editais e está abandonado num camião, na Escola Primária Completa da Missão São João Baptista. Contactado pela DW, o diretor do STAE negou pronunciar-se sobre o caso. No entanto, o comandante distrital da PRM em Moatize, Nunes Repolho disse ao jornal Malacha que "o pessoal que vandalizou os kits tinha crachás do STAE".

09:37 Em Nampula, a RENAMO prepara-se para reagir à votação e, apesar de os apuramentos não estarem ainda concluídos, pretende "agradecer pela vitória" de Paulo Vahanle. A Polícia também convocou uma conferência de imprensa para fazer o balanço da sua atuação na votação. A Sala da Paz também vai avançar com resultados preliminares da votação.

09:28 O analista Adelino Buque fala numa "surpresa agradável" do ponto de vista do "crescimento da democracia na província de Gaza, quando se fala de uma RENAMO com oitocentos e tal votos num determinado lugar", por exemplo. "Era impensável há cinco anos atrás", sublinha.

Ouvir o áudio 03:13
Ao vivo agora
03:13 min

Autárquicas 2018: Análise de Leonel Matias

09:11 Na Escola Primária de Manhaua, na Beira, desapareceu uma urna e os membros da mesa desta assembleia de voto exigem que a presidente faça a devolução da mesma. O incidente está a atrasar a finalização do processo de contagem de votos neste posto.

09:00 Nos municípios apurados até agora, a Frente de Libertação de Moçambique (FRELIMO) mantém-se no poder, mas no caso de Ribáué, província de Nampula, sem maioria absoluta, adianta a agência Lusa.

08:50 A coligação "Votar Moçambique" afastou a hipótese de fraude organizada e generalizada. O programa da sociedade civil para promoção de eleições pacíficas, credíveis e íntegras denunciou casos de eleitores impedidos de votar em vários municípios e a ocorrência de diversos ilícitos eleitorais, mas atribuiu essas situações a "razões técnicas e ignorância da lei".

08:41 A FRELIMO lidera a contagem dos votos em Inhambane. Nas cinco autarquias da província, o partido no poder está acima dos 50%, seguido da RENAMO com 40%. Os restantes 10% estão a ser disputados por MDM e PAHUMO. Segundo o correspondente Luciano da Conceição, o processo decorre sem sobressaltos e deverá terminar antes do meio-dia.

Lokalwahlen in Mosambik - Wahl in Inhambane

Contagem de votos prossegue em Inhambane

08:29 Os resultados conhecidos até agora na província de Cabo Delgado não são favoráveis ao Movimento Democrático de Moçambique (MDM). O cabeça de lista do MDM na cidade de Pemba, António Macanige, já disse que aceita os resultados e que está disponível para ajudar o vencedor com os projetos apresentados durante a campanha eleitoral.

08:17 Até agora, nenhuma das capitais provinciais dispõe de resultados finais. As autoridades eleitorais continuam a processar os resultados da votação autárquica de quarta-feira.  Os meios de comunicação social e plataformas de observação têm divulgado contagens de assembleias de voto, à medida que os editais vão sendo afixados e divulgados. 

08:10 Na cidade de Quelimane, capital provincial da Zambézia, a contagem de votos ao final da tarde de quarta-feira começou em clima de grande tensão.

No posto de Sangariveira, a polícia usou armas e gás lacrimogéneo para dispersar enchentes de eleitores que alegadamente pretendiam ouvir em primeira mão os resultados da votação. Segundo o correspondente Marcelino Mueia, há relatos de feridos.

Mosambik Wahlen in Quelimane

Contagem de votos em Quelimane

08:04 Primeiros resultados preliminares divulgados pelo STAE  

Quelimane: RENAMO 53%  (17% dos votos apurados)
Lichinga: FRELIMO 57% (64% dos votos apurados)
Ilha de Moçambique: RENAMO 50% (48% dos votos apurados)
Monapo: RENAMO 49% (98% dos votos apurados)
Ribaue: FRELIMO 47% (100% dos votos apurados)
Alto Molocue: RENAMO 51% (92% dos votos apurados)
Gurué: FRELIMO 51% (92% dos votos apurados)
Milange: FRELIMO 57% (100% dos votos apurados)
Maganja da Costa: FRELIMO 53% (100% dos votos apurados)
Ulungoe: FRELIMO 58% (70% dos votos apurados)
Nyamayabue: FRELIMO 69% (100% dos votos apurados)
Gorongosa: FRELIMO 72% (100% dos votos apurados)
Chimoio: FRELIMO 52% (100% dos votos apurados)
Catandica: FRELIMO 63% (25% dos votos apurados)
Inhambane: FRELIMO 81% (24% dos votos apurados)
Maputo: FRELIMO 55%, Renamo 38% (12% dos votos apurados)
Matola: FRELIMO 49% Renamo 46% (11% dos votos apurados)
Boane: FRELIMO 75% (25% dos votos apurados)
Manica: FRELIMO 69% (39% dos votos apurados)
Namacha: FRELIMO 82% (100% dos votos apurados)

07:53 Segundo a RENAMO, as forças de defesa e segurança tiveram uma atuação negativa no Concelho Autárquico de Mocímboa da Praia, na província de Cabo Delgado. Sem revelar exemplos concretos, o delegado político interino do partido, Alberto Bacar, disse que a polícia interferiu no decurso da votação naquela autarquia, contrariando o discurso do porta-voz do Comando Geral da Polícia, Inácio Dina, que em entrevista à Rádio Moçambique disse que a corporação limitou-se a garantir a segurança e tranquilidade do processo naquela vila. Destacando a eminente vantagem da RENAMO na autarquia de Chiure, Alberto Bacar apelou aos simpatizantes do partido que esperem pelo "momento oportuno para celebrar a vitória", pedindo desta forma contenção de ânimos.

Mosambik Nampula Wähler

Longas filas para votar na EPC da Cerâmica, em Nampula

07:42 Em Nampula, membros de várias assembleias de voto impediram jornalistas de assistir, em tempo real, à contagem dos votos. O nosso correspondente Sitoi Lutxeque e repórteres da STV foram impedidos de acompanhar o processo na Escola Primária Completa (EPC) da Cerâmica, por volta das 19:00 de  quarta-feira. A situação repetiu-se com jornalistas da Rádio Encontro e dos jornais Visão, IKWELI e Diário de Moçambique. "A contagem não pode ser presenciada por pessoas fora dos membros das assembleias de votos e vocês só terão os resultados depois de fixarmos os editais", disse um escrutinador ao correspondente da DW.

07:30 A CNE e o STAE estão a realizar o apuramento e a divulgação dos resultados das autárquicas 2018 em tempo real no website do Secretariado Técnico de Administração Eleitoral.

07:20 Em Inhambane, a contagem nas assembleias de voto decorreu sem sobressaltos, mas com alguma demora, segundo apurou o correspondente Luciano da Conceição. Nos locais de voto estavam agentes da Polícia da República de Moçambique (PRM) para garantir a segurança. 

07:12 Ao longo da noite e durante esta madrugada, as assembleias de voto já afixaram os editais com os respetivos resultados da votação, no final do apuramento local do escrutínio.

07:06 Na cidade de Nampula, no norte, a RENAMO segue à frente na contagem parcial. Numa ronda por 49 mesas, o correspondente da DW Sitoi Lutxeque constatou que, no total, estavam inscritos 46.767 eleitores e votaram 25.395. Votos repartidos por: FRELIMO: 6882, MDM: 1794, RENAMO: 15010, AMUSI: 228, PAHUMO: 29, MAMO: 23, AMAJPS: 28 e PLDS: 209.

07:02 Logo após o encerramento das urnas, o diretor provincial do STAE em Cabo Delgado, Cassamo Camal, manifestou-se satisfeito com o incremento do número de eleitores na votação desta quarta-feira em toda a província. 

06:57 Segundo o correspondente da DW, Leonel Matias, contrariamente às eleições anteriores, os dados apontam ainda para um aumento das simpatias do eleitorado em relação à RENAMO no sul do país, nomeadamente em Gaza, tido como o bastião da FRELIMO, o partido no poder. A oposição detém neste momento quatro municípios: Beira, Nampula, Quelimane e Gurue.

06:50 "De maneira muito preliminar, pelo menos até às 21:30, vimos que a FRELIMO na parte sul do país está bastante à frente", disse Alberto Ferreira, membro da Sala da Paz. Já no centro, "a luta (na cidade da Beira) é bastante renhida e pode-se também dizer que o MDM está a avançar e está à frente em relação a outros partidos", acrescenhtou. Ainda segundo a plataforma Sala da Paz, em Nampula regista-se uma vantagem da RENAMO.

06:40 Um apuramento paralelo dos resultados ainda bastante preliminar, apurado pela plataforma Sala da Paz e divulgado pela televisão privada STV, aponta para uma participação positiva do eleitorado, devendo ultrapassar os níveis de adesão registados nas eleições anteriores, que não atingiram os 50%.

Ouvir o áudio 00:55
Ao vivo agora
00:55 min

Daviz Simango confiante na vitória na Beira

06:32 Na Beira, o Movimento Democrático de Moçambique (MDM) já canta vitória, embora os dados sejam ainda preliminares. Segundo o correspondente Arcénio Sebastião, numa altura em que estão apurados cerca de 80% dos votos, o MDM liderado por Daviz Simango está em grande vantagem. 

Em entrevista à DW África esta manhã, Simango disse que o seu partido apresentou o melhor manifesto eleitoral ao ponto de receber a confiança dos eleitores da Beira.

06:24 Tal como aconteceu em muitas localidades de todo o país, a Beira começou a contagem dos votos sem grande iluminação.

06:21 Os resultados provisórios das eleições autárquicas deverão ser conhecidos esta quinta-feira, anunciou o diretor-geral do Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE).

06:10 Continua em todo o território nacional o processo de contagem de votos das eleições autárquicas de 10 de outubro, as quintas na história de Moçambique.

 

Mais informações sobre o dia da votação das eleições autárquicas em Moçambique:

++ Minuto a Minuto: o dia da votação das eleições autárquicas em Moçambique ++

Uma síntese do dia das eleições: Autárquicas marcadas por alguns constrangimentos

Leia mais

Links externos

Áudios e vídeos relacionados