65 anos da Deutsche Welle: ″Aos olhos dos autocratas, somos perigosos” | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 05.06.2018

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

65 anos da Deutsche Welle: "Aos olhos dos autocratas, somos perigosos”

Cerimónia de 65 anos da Deutsche Welle contou com Angela Merkel, que destacou o papel da emissora na luta contra a desinformação e manipulação. Diretor-geral, Peter Limbourg, diz que DW chega cada vez a mais pessoas.

Quando a Deutsche Welle deu início às suas transmissões, em 1953, a sua tarefa era bem mais simples do que hoje. O que era então uma estação de rádio em alemão, em onda curta, tornou-se uma emissora multimédia que chega a 175 milhões de pessoas por semana, em 30 línguas, via rádio, internet e redes sociais.

A chanceler alemã, Angela Merkel, foi uma das presenças na cerimónia dos 65 anos da DW. Perante jornalistas, deputados e convidados,  falou do dever da DW no combate à manipulação e desinformação em todo o mundo.

Assistir ao vídeo 00:33

65 anos da DW: Angela Merkel sublinha importância da emissora

"Se não nos opusermos à distorção e às notícias falsas que as pessoas tentam promover, não estaremos longe de uma situação em que a ocultação de factos e a falsificação possam ser consideradas oportunas e em que a invenção de factos seja sistematicamente usada como ferramenta política. E é por isso que a diversidade dos média é essencial e quero expressar apreço pelo que vocês fazem”, declarou a chanceler alemã.

Angela Merkel descreveu a emissora internacional como uma ferramenta de promoção da liberdade de expressão e de imprensa. E garantiu que a DW vai continuar a contar com o apoio do Governo.

Informação detalhada, honesta e fiável

Contra a desinformação, a propaganda e a manipulação, os oradores do evento destacaram a importância de meios de comunicação como a DW, guiados por valores de abertura e democracia. Peter Limbourg, Diretor-geral da Deutsche Welle, também mencionou o papel importante da DW na transmissão de informação de confiança.

"Em crises, guerras e conflitos, as pessoas olham para nós, em particular. Sabem que vão ter informação detalhada, honesta e fiável. Aos olhos dos autocratas, somos perigosos”, disse o diretor-geral.

Ouvir o áudio 03:33

65 anos da Deutsche Welle: "Aos olhos dos autocratas, somos perigosos”

Peter Limbourg mostrou-se satisfeito com o percurso da DW, quue chega a cada vez mais pessoas do mundo, e expressou a vontade em fazer mais.

"Queremos mais, informar mais pessoas, especialmente onde estão sujeitas a propaganda e censura. E queremos explicar melhor a Alemanha e a Europa”, acrescentou.

Angela Merkel diz que o interessa na Alemanha é crescente e  destacou a importância de transmitir uma perspetiva europeia daquilo que se passa no mundo

"Dar uma perspetiva europeia sobre os eventos globais é uma tarefa que se vai tornar cada vez mais importante, especialmente depois de o Reino Unido deixar a União Europeia", explicou Merkel.

Mais do que notícias

O eco@africa, um programa sobre o meio ambiente que fala sobre problemas ecológicos e soluções vindas de África e da Europa, e os projetos de ensino de alemão e formação de jornalistas foram algumas das iniciativas da DW elogiadas durante o evento.

A cerimónia desta terça-feira contou ainda com mensagens de parabéns em vídeo de figuras da política e da cultura – desde o Presidente francês, Emmanuel Macron, ao ex-presidente da câmara de Kiev e antigo campeão de boxe Vitali Klitschko.

Assistir ao vídeo 00:27

65 anos da DW: "Queremos informar mais pessoas"

Leia mais