Nomes famosos ficam de fora da Semana de Moda de Berlim | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 21.01.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Nomes famosos ficam de fora da Semana de Moda de Berlim

Grandes nomes da moda alemã, como Karl Lagerfeld e Wolfgang Jopp, não estarão nas passarelas da Semana de Moda de Berlim, que nessa edição ocupa a lendária Bebelplatz.

default

Desfile da marca estreante Schumacher

Ainda é inverno na Europa, mas quem vai a Semana de Moda de Berlim já está de olho em o que usar na estação fria do ano que vem. Até o dia 23 de janeiro, estilistas de todo o mundo apresentam as coleções de inverno 2010/2011 na capital alemã.

Os eventos acontecem em vários lugares, entre eles, a lendária praça Bebelplatz . A semana é considerada bastante inovadora, já que jovens nomes sempre são apresentados ao público.

Serão 30 desfiles de marcas que apresentam tendências de roupas e acessórios. Mas a sexta edição da Fashion Week berlinense também tem ausências marcantes, como dos estilistas alemães Karl Lagerfeld e Wolfgang Joop, que preferiram apresentar suas coleções nas passarelas parisienses.

Segundo o porta-voz do evento, Daniel Aubke, a falta de nomes de peso em Berlim não é vista de forma negativa. "Os estilistas decidem qual cidade é mais apropriada para suas coleções. Se conseguem atingir um publico melhor em outro lugar, claro que eles farão uma exibição naquele lugar", argumenta.

Flash-Galerie Berlin Fashion Week 2010

Desfile da estilista Lena Hoschek na Bebelplatz

Em busca de sucesso

Novos nomes também desfilam na Semana de Berlim, por exemplo, Frida Weyer e Sam Frenzel – vencedor da última edição do prêmio Designer for Tomorrow. Justamente por trazer novos estilistas aos holofotes, o evento de Berlim é considerado por críticos mais criativo do que outras famosas semanas de moda, como Milão e Paris.

Mas Berlim ainda quer crescer no mapa dos centros das novidades da moda. "Nós começamos em 2007 e seria muita pretensão dizer que queremos o público de Paris, mas estamos nos estabelecendo, passo a passo", declarou à Deutsche Welle Daniel Aubke.

Flash-Galerie Berlin Fashion Week 2010

Look da coleção do estilista Sam Frenzel na Semana de Berlim

Moda e protesto

Um dia antes da abertura da semana de moda, a organização anunciou uma nova locação para o evento, local esse conhecido não exatamente por sua relação com a moda. A praça Bebelplatz é famosa por ter sido o palco da queima de livros promovida por Hitler em 1933. Atualmente, através de uma janela envidraçada, pode-se ver um espaço com prateleiras vazias que lembram o triste evento.

A escolha da Bebelplatz levantou críticas. Opositores disseram que um evento "trivial" de moda não deveria acontecer naquela praça. Em resposta, a organização disse que vai procurar outro lugar para a semana do meio do ano. Ainda assim, essa edição da Semana de Moda de Berlim espera receber 80 mil visitantes ávidos pelas novidades do mundo fashion.

NP/dw/dpa

Revisão: Carlos Albuquerque

Leia mais