Trump diz que forças dos EUA sairão em breve da Síria | NOTÍCIAS | DW | 30.03.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

NOTÍCIAS

Trump diz que forças dos EUA sairão em breve da Síria

Presidente norte-americano afirma em discurso que chegou a hora de "outros tomarem conta do problema". "Estamos lá por uma razão: acabar com o Estado Islâmico e voltarmos para casa", diz Trump.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou esta sexta-feira (30.03) que as forças militares americanas deixarão a Síria "muito em breve", dizendo que chegou a hora de "outros tomarem conta do problema".

"Sairemos da Síria muito em breve", afirmou Trump durante um discurso em Ohio. "Estamos lá por uma razão: encontrar o Estado Islâmico, acabar com o Estado Islâmico e voltarmos para casa."

Trump não esclareceu quem serão "os outros" que tomarão conta do problema da Síria, onde a Rússia e o Irão mantêm forças de apoio ao regime do ditador sírio, Bashar al-Assad.

"Muito em breve, muito em breve sairemos. Vamos ter 100% do califado, como eles o chamam, recuperando-o rapidamente, rapidamente", acrescentou o presidente norte-americano. "Vamos sair de lá realmente em breve. Voltando para o nosso país, para onde pertencemos, onde queremos estar", completou.

Os Estados Unidos têm mais de dois mil militares no leste da Síria, que colaboram com milícias locais no combate ao Estado Islâmico (EI), evitando envolver-se diretamente na guerra civil que assola o país.

Dois membros da coalizão dos EUA contra o EI na Síria foram mortos esta sexta-feira na cidade de Manbij, no nordeste da Síria, devido a uma explosão. Cinco pessoas ficaram feridas.

Leia mais