Covid-19: Alemanha reabre escolas e outros serviços | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 04.05.2020
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Covid-19: Alemanha reabre escolas e outros serviços

Além das escolas, salões de cabeleireiro na Alemanha retomam atividades sob rígidas regras de higiene. Outros países europeus que estão a apresentar queda no número de contágios também começam a aliviar restrições.

A partir desta segunda-feira (04.05), após mais de 40 dias encerrados, escolas e salões de cabeleireiro na Alemanha estão a retomar as suas atividades depois do levantamento das restrições impostas no âmbito do combate à pandemia da Covid-19 no país.

As autoridades alemãs definiram que a volta às aulas será gradativa, primeiro com os alunos mais velhos, das escolas secundárias, e seguindo até a reabertura das creches e escolas para as crianças menores.

As medidas de higiene e distanciamento social, no entanto, ainda são fortemente recomendadas em vários estados do país. Na maior parte da Alemanha, há limitações quanto ao número de pessoas que podem circular juntas - no máximo duas ou mais se forem da mesma casa - e uma distância mínima de pelo menos um metro e meio deve ser respeitada.

O estado federado da Alta Saxónia é o primeiro do país a permitir a reunião de cinco pessoas que não vivam na mesma casa. O líder da região, Reiner Haseloff, admite que este é "um passo significativo" para regressar à normalidade.

Redução da pandemia

O alívio das restrições na Alemanha nesta segunda-feira é acompanhado por outra notícia: o país regista, pelo terceiro dia consecutivo, menos de mil novos casos diagnosticados de Covid-19, contabilizando mais 679 do que no dia anterior, para um total de 163.175.

Também o número de vítimas mortais, de acordo com os dados oficiais do Instituto Robert Koch (RKI), teve o menor aumento das últimas semanas. Houve mais 43 óbitos, o valor mais baixo desde março, para um total de 6.692 em todo o país.

O RKI revela que são agora 132.700 as pessoas que superaram a covid-19, uma subida de cerca de 2.200 nas últimas 24 horas.

Alívio maior

Entretanto, parques, zoológicos, cultos e museus voltam a funcionar a partir da próxima quarta-feira (06.05), após decisão do Governo alemão na semana passada. 

Assistir ao vídeo 03:10

Alemanha reabre lojas, mas reforça cuidados contra Covid-19

Os espaços fechados, como as igrejas, precisam respeitar o distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas e garantir maior higiene nos locais. Os parques também voltam a ser liberados, sempre na condição de distanciamento e as autoridades pedem para que os pais procurem horários com menor movimento para levar os filhos.

Quanto ao campeonato alemão de futebol, a Bundesliga, as decisões serão anunciadas nas próximas semanas, levando em consideração a curva de contágio do novo coronavírus com após as medidas de relaxamento.

Cenário europeu

Também nesta segunda-feira (04.05), outros países europeus começaram a reabrir espaços públicos na busca por um equilíbrio entre a vida social e a segurança.

Na Áustria, os estudantes voltam às aulas depois de mais de 40 dias confinados. Na Bélgica, os transportes públicos voltam a funcionar e algumas empresas sob medidas especiais também podem voltar ao trabalho, respeitando as restrições de distanciamento.

Na Itália, um dos países europeus mais atingidos pelo novo coronavírus, os bares e restaurantes voltam a funcionar, mas somente no regime take-away, espaços públicos estão reabrindo e o comércio deve voltar caso a curva de contágio continue a cair.

Assistir ao vídeo 01:45

Coronavírus e a realidade dos sem-abrigo em Berlim

Leia mais