CEDEAO reunida em Abuja com a Guiné-Bissau na agenda | Guiné-Bissau | DW | 22.12.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Guiné-Bissau

CEDEAO reunida em Abuja com a Guiné-Bissau na agenda

Os chefes de Estado e de Governo da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) estão reunidos este sábado (22.12) em Abuja, Nigéria, para analisar questões como a situação na Guiné-Bissau e no Togo.

"Durante o encontro de um dia, os líderes da África Ocidental vão rever uma série de relatórios sobre a situação política na Guiné-Bissau, no Togo e na região, sobre o sistema de liberalização comercial, a moeda única e as infraestruturas", refere, em comunicado, a CEDEAO.

Os chefes de Estado e de Governo vão também analisar o relatório do Conselho de Segurança e do presidente da Comissão da CEDEAO, Jean-Claude Kassi Brou.

Na 54.ª cimeira, que vai decorrer à porta fechada, os líderes da CEDEAO vão também assinar atas e decisões comunitárias, incluindo a adesão de Cabo Verde ao programa do corredor Praia-Dacar-Abidjan com a introdução da componente marítima.

No encontro, onde será também definido o local e a data da próxima cimeira, vão participar o presidente da comissão da União Africana, Mussa Faki Mahamat, o representante especial do secretário-geral da ONU para a África Ocidental, Mohamed Ibn Chambas, e o presidente do fundo internacional para o desenvolvimento agrícola, Gilbert Houngbo.

O Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, viajou na sexta-feira (21.12) para Abuja para participar no encontro.

Integram a CEDEAO 15 Estados: Benin, Burkina Faso, Cabo Verde, Costa do Marfim, Gâmbia, Gana, Guiné-Conacri, Guiné-Bissau, Libéria, Mali, Niger, Nigéria, Senegal, Serra Leoa e Togo.

Leia mais