África ultrapassa 800 mil casos de Covid-19 | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 25.07.2020
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

África ultrapassa 800 mil casos de Covid-19

Nas últimas 24h, foram registadas 22.507 novas infeções, totalizando 810.008 casos no continente, segundo o África CDC. Entre os PALOP, Cabo Verde é o que tem mais infeções e Angola lidera em óbitos.

Os dados foram divulgado este sábado (25.07) pelo Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), que alerta que o número de mortos ultrapassou nas últimas horas a barreira dos 17 mil, contabilizando 17.088 (mais 391). Em relação aos recuperados, estão neste momento contabilizados 462.374, mais 16.292 que na véspera.

O maior número de casos de covid-19 continua a atingir a África Austral: 438.864 infetados (mais 14.702) e 6.689 mortos (mais 269). A grande maioria dos casos regista-se na África do Sul, o país com mais infetados e mais mortos em todo o continente, e que regista 438.864 casos (mais 30.812) e 6.689 mortos (mais 596).

Assistir ao vídeo 01:56

África do Sul decreta encerramento das escolas públicas por quatro semanas

No norte africano, os casos ascendem a 145.339 casos, registando-se 6.206 mortos. A África Ocidental contabiliza agora 116.069 infetados e 1.811 mortos e na África Oriental há 63.855 casos e 1.496 mortos, enquanto na África Central a doença já atinge 45.281 pessoas, tendo provocado 886 mortos.

O Egito é o segundo país com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, contabilizando 91.072 casos e 4.518 vítimas mortais. Segue-se a Argélia, com 25.552 infetados e 1.127 mortos, a Nigéria, com 39.539 casos e 845 mortos, e o Sudão, com 11.302 casos e 706 mortos.

Situação nos PALOP

Em relação aos países africanos lusófonos e segundo dados das autoridades locais, Cabo Verde é o que tem mais infeções (2.220, dos quais 22 mortes), enquanto Angola lidera em termos de vítimas mortais - 35 mortos entre os 880 casos diagnosticados.

A Guiné-Bissau registou na última semana 28 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, disse este sábado à agência de notícias Lusa a alta comissária para a Covid-19 no país, Magda Robalo. Dos 1.981 casos, 1.088 permanecem ativos no país.  A Guiné-Bissau regista também 26 vítimas mortais e 893 recuperados. Devido à situação no país, o Presidente Umaro Sissoco Embaló decretou este sábado, pela sétima vez, o prolongamento do estado de emergência no país até 24 de agosto.

Moçambique contabilizou nas últimas 24h mais 26 casos, somando 1.616 infetados no total, mantendo 11 óbitos, segundo comunicado do Ministério da Saúde. A cidade de Maputo tem o maior número de casos positivos do total das últimas 24 horas, com 19, seguida da província de Nampula, quatro, e da província de Inhambane, três. 

Em São Tomé e Príncipe, são 749 casos de infeção pelo novo coronavírus, que causou 14 mortos.

Assistir ao vídeo 04:11

O coronavírus e o meio ambiente em África

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados