Avião cai com mais de 150 a bordo na África | Notícias internacionais e análises | DW | 10.03.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Mundo

Avião cai com mais de 150 a bordo na África

Boeing 737, que fazia voo da Ethiopian Airlines rumo ao Quênia, se acidenta minutos após a decolagem de aeroporto na capital da Etiópia. Não há sobreviventes.

Äthiopien Mehr als 150 Tote bei Flugzeugabsturz (Reuters/T. Negeri)

A queda aconteceu a cerca de 60 quilômetros do aeroporto da capital da Etiópia

Um voo da Ethiopian Airlines caiu na manhã deste domingo (10/03), com 157 pessoas a bordo, quando fazia a rota entre Adis Abeba, na Etiópia, e Nairóbi, no Quênia. Não há sobreviventes.

A queda aconteceu a cerca de 60 quilômetros do aeroporto da capital da Etiópia, de onde o Boeing 737-800 MAX havia decolado. O avião caiu apenas seis minutos após a decolagem. O piloto chegou a pedir à torre de controle autorização para voltar. 

Segundo a companhia aérea, há vítimas de mais de 30 países, incluindo 31 quenianos, 18 canadenses, oito americanos, oito chineses e sete britânicos.

Há entre as vítimas também cinco cidadãos da Holanda, quatro da Índia, quatro da Eslováquia, três da Áustria, três da Suécia, três da Rússia, dois do Marrocos, dois da Polônia, um da Bélgica, um da Noruega e quatro que viajavam com passaporte das Nações Unidas.

Em entrevista coletiva, o executivo-chefe da companhia, Tewolde Gebremariam, afirmou que ainda é cedo para determinar causas do acidente do Boeing, adquirido em novembro.

O executivo confirmou que o piloto avisou à torre de controle que tinha dificuldades e pediu para retornar ao aeroporto da capital etíope.

A aeronave caiu na zona de Hejeri, perto da cidade de Bishoftu, localizada a cerca de 40 quilômetros de Adis Abeba e sede da maior base da Força Aérea da Etiópia.

A Ethiopian Airlines, uma empresa estatal, é uma das maiores companhias aéreas da África. Em 2018, transportou mais de 10 milhões de passageiros.

Seu último acidente havia sido em janeiro de 2010, quando um voo que partia de Beirute caiu pouco após a decolagem, matando todas as 90 pessoas a bordo.

Pelo Twitter, o primeiro-ministro da Etiópia, Abiy Ahmed, lamentou o desastre e expressou condolências às famílias das vítimas.

RPR/ap/dw

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube 

WhatsApp | App | Instagram | Newsletter

Leia mais