Tanzânia proíbe uso e fabricação de sacos de plástico | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 01.06.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Tanzânia proíbe uso e fabricação de sacos de plástico

Proibição total de sacos de plástico entrou em vigor este sábado (01.06) na Tanzânia. Multas para quem desobedecer à medida podem chegar a 400 mil dólares ou dois anos de prisão.

Quénia proibiu o uso de sacos de plático em 2017 (Foto de arquivo)

Quénia proibiu o uso de sacos de plático em 2017 (Foto de arquivo)

A Tanzânia junta-se a outros países africanos – incluindo o Ruanda e o Quénia – ao proibir o uso e a fabricação de sacos de plástico. A multa para quem seguir fabricando este tipo de produto pode chegar a 400 mil dólares ou até dois anos de prisão. E os cidadãos que usarem sacos de plástico terão de pagar o equivalente a 13 dólares. As informações foram avançadas por fonte do Governo.

O Conselho Nacional de Gestão Ambiental (NEM) disse, em um comunicado divulgado neste sábado, que cerca de 200 toneladas de sacos de plástico foram coletadas em Dar es Salaam durante uma campanha que durou cerca de duas semanas.

Ambientalistas elogiaram a proibição, observando que será um longo caminho para lidar com a degradação ambiental devido ao uso de sacos de plástico.

"O plástico é o poluidor número um do meio ambiente, um silencioso matador do meio ambiente. Isso acontece porque leva mais de 100 anos para que um único saco de plástico decomponha-se", disse Amani Ngusaru, diretor da organização não governamental ambiental WWF.

Proibição

A proibição foi inicialmente anunciada pelo primeiro-ministro Kassim Majaliwa no Parlamento no início de maio. Majaliwa pediu às indústrias produtoras de plásticos no país para começar a fabricar alternativas.

Uma declaração no site da WWF observa que a Tanzânia junta-se a cerca de 13 países em África que proibiram ou introduziram uma taxa sobre sacos de plástico para controlar e eventualmente interromper o seu uso.

Leia mais