Nampula: Reabilitação da estrada pode ser ″campanha eleitoral″, dizem moradores | Moçambique | DW | 14.12.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

Nampula: Reabilitação da estrada pode ser "campanha eleitoral", dizem moradores

Em Moçambique, depois de quase uma década, a estrada Nampula-Nametil começou a ser reabilitada. Mas moradores dizem que obra acontece devido à proximidade do período eleitoral.

Foram muitos anos de promessas e pouca ação, mas a espera chegou ao fim. Arrancaram, finalmente, as obras para a construção da estrada Nampula-Nametil, no norte de Moçambique. Muitos cidadãos aplaudem o início das obras, mas também há quem desconfie de oportunismo político – é que as eleições em Nampula estão já à porta.

A estrada Nampula-Nametil tem buracos há uma década. A reabilitação dos mais de 70 quilómetros já era uma promessa antiga, que remonta à época do ex-Presidente Armando Guebuza.

A via liga a capital provincial, Nampula, aos distritos agrícolas de Meconta e Mogovolas (Nametil) e é usada, em parte, para chegar aos distritos de Moma e Angoche, onde estão sediados investimentos milionários de multinacionais que exploram as areias pesadas.

Straße zwischen Nampula und Nametil in Mosambik

Tráfego fica ainda mais difícil quando chove e formam-se atoleiros na estrada

Moradores aliviados com as obras

Entre os cidadãos satisfeitos com o início das obras, está Issufo Joaquim, residente na cidade de Nampula. Para ele, o atual estado da estrada "não tem condições".

Straße zwischen Nampula und Nametil in Mosambik

Ironia: a Aministração Nacional de Estradas situa-se na estrada Nampula-Nametil

"Está muito danificada. É pior neste período chuvoso em que já estamos a entrar; a situação vai agravar. Aqui passa muita gente – comerciantes, agricultores, doentes e inclusive os nossos dirigentes usam esta estrada em serviço noutros distritos", diz Joaquim.

Outro residente, Marcelino Almoço, também celebra a reabilitação do troço. Ele diz que, por causa da chuva, "às vezes, temos usado caminhos do bairro para contornar as covas".

As obras de reabilitação da estrada Nampula-Nametil começaram no sábado, dia 9 de dezembro. Ao todo, o projeto, que conta com financiamento sul-coreano, deverá custar cerca de 41,5 milhões de dólares. Os trabalhos estão previstos para durarem 30 meses. Além do asfaltagem da via, o projeto inclui a construção de cinco pontes, uma delas sobre o rio Muhala, na cidade de Nampula.

"Esperar para ver"

Ao lançar a primeira pedra, no início das obras, o Presidente Filipe Nyusi desejou melhores dias para a economia local. "A asfaltagem desta estrada, que constitui materialização de um dos grandes compromissos desse ciclo de governação, irá garantir a ligação segura e mais rápida entre a capital provincial de Nampula e os distritos de Nampula, Meconta, Mogovolas, Moma e Angoche", ressaltou Nyusi.

Ouvir o áudio 02:34
Ao vivo agora
02:34 min

Nampula: Reabilitaçã da estrada pode ser "campanha eleitoral", dizem moradores

Entretanto, Marcelino Almoço diz que prefere esperar até que as obras sejam concluídas. O residente lembra que as eleições estão à porta e o partido no poder, a Frente de Libertação de Moçambique (FRELIMO), tem interesse em mostrar trabalho.

"Até o governador da província prometia que as obras arrancariam em agosto e não aconteceu. Então, se hoje isso acontece, e com tantos anos passados com a estrada degradada, concluímos que pode ser campanha [eleitoral], porque o Governo, quando chega no tempo das eleições, tem tentado fazer coisas grandes para servir de mensagem durante a campanha", conclui.

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados