1. Ir para o conteúdo
  2. Ir para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW
Mosambik Inhambane - LKW in EN1, die Straße die das ganze Land verbindet
Foto: DW/R. da Silva

Moçambique quer financiamento da China para reconstruir EN1

Lusa
4 de julho de 2022

Filipe Nyusi manifestou o interesse de recorrer à China para financiar a reabilitação da Estrada Nacional nº1. A EN1 tem sido palco de graves acidentes, com várias mortes e quase sempre envolvendo transportes coletivos.

https://p.dw.com/p/4Ddwz

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, manifestou esta segunda-feira (04.07) o interesse de recorrer à China para a obtenção do financiamento para reabilitação da Estrada Nacional n.º 1, principal do país, e da construção da nova sede da Assembleia da República.

A intenção de Filipe Nyusi foi anunciada pela ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Verónica Macamo, em declarações após um encontro de cortesia entre o chefe de Estado moçambicano e o membro do 'bureau' político e diretor do gabinete da comissão dos Negócios Estrangeiros do Comité Central do Partido Comunista da China, Yang Jiechi.

"O Presidente falou da necessidade de apoio à reabilitação da Estrada Nacional n.º 1, que todos nós sabemos que liga o nosso país de lés a lés", declarou Verónica Macamo. Na reunião, o chefe de Estado também abordou o interesse de contar com o financiamento chinês para a construção da sede da Assembleia da República, acrescentou Macamo.

Infraestruturas de grande vulto

A Assembleia da República pretende construir uma cidade parlamentar na margem norte da baía de Maputo, com um novo hemiciclo e apartamentos para os deputados, cuja maioria vive em residências arrendadas, quando se deslocam à capital do país para sessões plenárias.

A China financiou nos últimos anos infraestruturas públicas de grande vulto em Moçambique, como a Estrada Circular de Maputo, Estádio Nacional do Zimpeto e um novo Aeroporto Internacional de Maputo.

As autoridades moçambicanas estimam em 750 milhões de dólares (718 milhões de euros) o montante necessário para a reabilitação e manutenção da Estrada Nacional n.º 1, que tem uma extensão de mais de 2.400 quilómetros e liga as três regiões do país, nomeadamente sul, centro e norte.

Autobahn Mosambik
Troço da EN1, em Manica.Foto: DW/A. Sebastião

Em abril, quando anunciou a intenção de reabilitar a EN1, o Governo moçambicano indicou que o valor necessário para a reabilitação, que inclui a construção de um total de 13 portagens e que vai incidir numa extensão de 1.300 quilómetros dos 2.477 quilómetros que a rodovia possui, seria disponibilizado pelo Banco Mundial.

Acidentes preocupam autoridades

No final do mês passado, o Governo moçambicano manifestou-se preocupado com a degradação da principal estrada moçambicana, dias após um acidente de viação que tirou a vida de 13 pessoas naquele troço.

"Há um trabalho que está a ser feito de levantamento dos valores necessários para a reabilitação deste troço", declarou à comunicação social o porta-voz do Conselho de Ministros, Filimão Suaze, momentos após uma reunião do órgão na Presidência moçambicana em Maputo.

Em causa estava o acidente de viação que tirou a vida de 13 pessoas e feriu outras seis a 24 de junho, no distrito da Manhiça, ao longo da Estrada Nacional 1, segundo os dados avançados pelas autoridades.

A EN1, a única estrada que liga o sul, centro e norte de Moçambique, tem sido palco de graves acidentes de viação, com várias mortes e quase sempre envolvendo transportes coletivos. No mesmo local onde ocorreu o acidente a 24 de junho, 32 pessoas morreram há um ano, quando dois camiões e um autocarro se envolveram numa ultrapassagem irregular.

Em novembro de 2021, outras 17 pessoas morreram no mesmo distrito, num acidente entre transportes coletivos. A 22 de janeiro deste ano, 28 pessoas morreram na EN1 na província da Zambézia, centro de Moçambique, num acidente que envolveu um veículo de mercadorias e um ligeiro de transporte coletivo.

EN1: Pesadelo na estrada mais importante de Moçambique

Saltar a secção Mais sobre este tema
Saltar a secção Conteúdo relacionado