Angola: Organizadores de manifestação de 11 de novembro detidos na Huíla | Angola | DW | 09.11.2020

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Angola

Angola: Organizadores de manifestação de 11 de novembro detidos na Huíla

Sete ativistas que estão a coordenar uma manifestação para o dia em que Angola assinala 45 anos de independência foram detidos na província da Huíla no sábado. Polícia fala em ofensas aos agentes de serviço.

Manifestação de 11 de novembro é convocada pelos mesmos organizadores da marcha de 24 de outubro

Manifestação de 11 de novembro é convocada pelos mesmos organizadores da marcha de 24 de outubro

"Foram detidos sete ativistas que estão a coordenar a manifestação na Huíla, quando se encontravam reunidos num estabelecimento privado, no sábado", disse à Lusa Benedito (Dito) Dali, um dos organizadores da "Marcha pela Cidadania, pelo Fim do Elevado Custo de Vida e por Autarquias em 2021", convocada para a próxima quarta-feira (11.11).

Segundo Dito Dali, encontravam-se no local, inicialmente cinco pessoas, "obedecendo às medidas de biossegurança" do último decreto presidencial, que foram detidas pela polícia.

Outras duas pessoas que foram à esquadra "saber dos seus companheiros" ficaram também detidos. O ativista acrescentou que dois dos detidos foram libertados, não tendo sido possível saber mais informações sobre os restantes.

Dito Dali adiantou ainda que os organizadores da marcha em Luanda foram notificados para comparecer na segunda-feira (09.11) no comando provincial de Luanda da Polícia Nacional.

A justificação da polícia

Numa nota divulgada na sua página do Facebook, o comando provincial da Huíla indica ter surpreendido "um ajuntamento com mais de cinco pessoas no pátio do Colégio Pirilampo, a maioria vendedores, que mobilizavam alguns cidadãos para uma manifestação prevista para o dia 11".

Angola Luanda | Demonstration | Gegen Polizeigewalt

Polícia angolana reprimiu protestos em Luanda

Segundo a polícia, quando decorria o processo de identificação, cinco homens ofenderam os agentes de serviço, tendo por isso sido detidos por injúria, enquanto outras duas pessoas, na qualidade de organizadores do ajuntamento, foram multadas.

A manifestação do próximo dia 11 de novembro é convocada pelos mesmos organizadores da marcha do passado dia 24 de outubro, que foi fortemente reprimida pela polícia em Luanda e terminou com a detenção de uma centena de pessoas, incluindo alguns jornalistas.

Os manifestantes detidos foram julgados sumariamente e libertados uma semana depois, tendo 71 deles sido condenados por desobediência.

Assistir ao vídeo 01:16

Luanda: Segundo dia de protestos pela libertação de manifestantes

Leia mais