Os protestos que levaram à queda do Muro de Berlim | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 09.10.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Os protestos que levaram à queda do Muro de Berlim

Os protestos históricos em Leipzig em 1989 são considerados episódios cruciais para a queda do Muro de Berlim. Trinta anos depois, o que dizem os ativistas que participaram intensamente das manifestações que resultaram na Reunificação da Alemanha.

Assistir ao vídeo 03:18

Em 4 de setembro de 1989, a então ativista Katrin Hattenhauer seria presa por participar de um protesto por democracia na Alemanha Oriental. Imagens da época registram uma faixa que ela erguia em meio aos manifestantes em Leipzig: "Por um país aberto, com pessoas livres." O protesto foi registrado pela mídia ocidental. "Era importante para nós que nosso povo, no nosso próprio país, pudesse ver isso. Assim, eles poderiam pensar: "Tem algo se iniciando em Leipzig. E não é bem como a imprensa da Alemanha Oriental está dizendo, como se fossem criminosos que quisessem destruir o país. São jovens que poderiam ser minhas amigas, minhas filhas", lembra Hattenhauer, 30 anos depois.