O que dizem os filhos de Martin Luther King 50 anos depois de sua morte | Notícias internacionais e análises | DW | 04.04.2018

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

O que dizem os filhos de Martin Luther King 50 anos depois de sua morte

Filhos lembram da trajetória de Luther King e imaginam o que o pai faria se estivesse vivo.

Assistir ao vídeo 02:32

Com seu discurso e suas ideias, King inspirou as pessoas, estimulando-as a imaginar uma coexistência mais justa entre negros e brancos. Ele próprio vivenciou a segregação racial desde cedo. Nascido em 15 de janeiro de 1929, em Atlanta, na Geórgia, sob o nome de Michael King Jr., filho de um pastor e de uma professora, ele passou grande parte da infância brincando com dois vizinhos brancos – até que um dia seus pais o proibiram de ver os amigos.