Ex-primeira-dama Marisa Letícia morre aos 66 anos | Notícias e análises sobre os fatos mais relevantes do Brasil | DW | 03.02.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

Ex-primeira-dama Marisa Letícia morre aos 66 anos

Mulher do ex-presidente Lula estava internada em hospital em São Paulo desde 24 de janeiro, quando sofreu um acidente vascular cerebral hemorrágico. Na véspera da morte, médicos constataram ausência de fluxo cerebral.

A ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva morreu nesta sexta-feira (03/02), aos 66 anos, em São Paulo. Mulher do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ela estava internada no Hospital Sírio-Libanês desde 24 de janeiro, quando sofreu um acidente vascular cerebral hemorrágico.

O estado de saúde de Marisa piorou na noite de quarta-feira, quando ela foi sedada. Um boletim médico divulgado na quinta-feira revelou ausência de fluxo cerebral. Na ocasião, o cardiologista Roberto Kalil Filho, médico da família, afirmou que o quadro era "irreversível".

Diante do resultado e com autorização da família, foram iniciados na quinta-feira os procedimentos preparativos para a doação de órgãos. Marisa é potencial doadora de fígado, rins e córneas.

Nesta sexta-feira, os médicos submeteram a mulher de Lula a dois testes para constatar a morte cerebral. O primeiro foi realizado às 12h05 e o segundo, às 18h05. O óbito foi constatado às 18h57.

O velório será realizado neste sábado, das 9h às 15h, no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo. Em seguida, o corpo de Marisa será cremado no Cemitério Jardim da Colina, também em São Bernardo do Campo, em cerimônia reservada à família.

Nos últimos dias, Lula tem recebido visitas e mensagens de solidariedade de diversos políticos. Estiveram no hospital os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Dilma Rousseff, que antecipou seu retorno da Europa, além do presidente Michel Temer, que decretou luto oficial de três dias.

"A família Lula da Silva agradece a todos os votos de pesar, contatos e manifestações públicas de carinho, memória e sentimentos por Marisa Letícia Lula da Silva", diz uma mensagem publicada nas redes sociais do ex-presidente.

Marisa nasceu em 7 de abril de 1950 em São Bernardo do Campo. Casou-se aos 19 anos com o taxista Marcos Cláudio da Silva, assassinado três meses depois. Ela estava grávida do primeiro filho, Marcos.

Em 1973, conheceu Lula no Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo, e o casamento veio alguns meses depois. O petista também era viúvo e já tinha uma filha, Lurian, de um relacionamento anterior. Juntos, Lula e Marisa tiveram três filhos: Fábio, Sandro e Luís Cláudio.

Primeira-dama do Brasil entre 2003 e 2010, Marisa esteve ao lado do marido durante sua ascensão política, desde os tempos do sindicato, passando pela fundação do PT até a Presidência da República.

Nos últimos meses, a Justiça abriu cinco ações penais contra o ex-presidente por suspeitas de corrupção. Marisa era ré ao lado de Lula em duas delas, ambas parte da Operação Lava Jato.

EK/abr/ots

Leia mais