Cronologia da Segunda Guerra Mundial | Especiais e séries de reportagens da Deutsche Welle Brasil | DW | 04.02.2005

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Especial

Cronologia da Segunda Guerra Mundial

default

A Segunda Guerra Mundial começou com a invasão da Polônia por tropas alemãs, a 1º de setembro de 1939. O conflito, travado principalmente entre os Aliados e as potências do Eixo, foi o que causou mais vítimas em toda a história da humanidade, atingindo países em todos os continentes.

As principais potências aliadas foram a Inglaterra, os Estados Unidos, a União Soviética e a França. O Eixo foi formado pela Alemanha, a Itália e o Japão.

Até seu final, em 1945, a guerra teve um saldo de 27 milhões de soldados e em torno de 25 milhões de civis mortos, entre os quais cerca de seis milhões de judeus vitimados pelo Holocausto. Várias cidades ficaram em ruínas, principalmente na Alemanha e no Japão.

Como conseqüência do conflito, a Alemanha e o Japão – mas também a França e a Grã-Bretanha – perderam importância política global. Os Estados Unidos e a nova superpotência União Soviética consolidaram sua hegemonia ao dividir a Europa em duas zonas. Seguiu-se o período conhecido como Guerra Fria.

Acompanhe aqui os principais fatos que marcaram a Segunda Guerra Mundial:

1937

7 de julho − Uma troca de tiros entre soldados japoneses e chineses em Pequim é usada como pretexto por extremistas militares japoneses para iniciar a guerra entre o Japão e a China. Este conflito se estende até 9 de setembro de 1945.

1939

23 de agosto − Assinado o pacto de não-agressão entre Hitler e Stalin: a Alemanha e a União Soviética se comprometem a não atacar uma à outra e a se manter neutras se uma delas for atacada por uma terceira potência. Só muito mais tarde se tornaria pública uma cláusula secreta prevendo a eliminação de alguns países, como a Polônia.

1º de setembro − Tropas alemãs invadem a Polônia. Começa a guerra.

3 de setembro − Grã-Bretanha e a França declaram guerra à Alemanha.

5 de setembro − Estados Unidos declaram neutralidade.

17 de setembro − União Soviética invade a Polônia.

27 de setembro − Varsóvia rende-se aos alemães.

28 de setembro − Ministros de Relações Exteriores da Alemanha e da União Soviética assinam em Moscou a divisão da Polônia.

Judenstern

A estrela amarela de seis pontas tornou-se obrigatória para os judeus

12 de outubro − Os primeiros judeus são deportados pelo Deutsches Reich para a Polônia. Duas semanas mais tarde, a SS (Schutzstaffel – tropa de elite) obriga os judeus a portar de forma visível a estrela de Davi (símbolo do judaísmo).

8 de novembro − Atentado fracassado contra Hitler em Munique.

14 de dezembro − União Soviética é excluída da Liga das Nações após ter atacado a Finlândia.

1940

27 de março − Heinrich Himmler (Reichsführer da SS) ordena a construção do campo de concentração de Auschwitz.

9 de abril − Tropas alemãs atacam a Dinamarca e a Noruega.

10 de maio − Em ofensivas rápidas (blitzkrieg), a Alemanha expande-se para o oeste, invadindo a Bélgica, Luxemburgo, Holanda e o norte da França.

3 de junho − Ataque aéreo alemão a Paris. Onze dias mais tarde, tropas alemãs ocupam a capital francesa.

17 de junho − União Soviética ocupa os países bálticos.

13 de agosto − Início dos ataques aéreos contra a Grã-Bretanha.

13 de setembro − Começa o ataque da Itália contra o norte da África, ao mesmo tempo em que Roma prossegue a ofensiva italiana no leste africano.

23 de setembro − Japão invade a Indochina.

Achse Berlin-Rom Hitler und Mussolini

Hitler e Mussolini chefiaram o Eixo

27 de setembro − Selado o Pacto Tripartite de apoio mútuo, entre Itália, Japão e Deutsches Reich, estabelecendo o Eixo Roma–Berlim–Tóquio.

2 de novembro − O presidente norte-americano Franklin Delano Roosevelt oferece ajuda a todas as nações agredidas.

15 de novembro − Construído o muro que isolou o Gueto de Varsóvia. No gueto, cuja construção havia sido iniciada em meados do ano, encontravam-se cerca de 350 mil judeus de vários países ocupados pelos nazistas.

20 de novembro − Hungria ingressa no Pacto Tripartite.

1941

6 de janeiro − O presidente Roosevelt profere diante do Congresso norte-americano um discurso sobre as "quatro liberdades" fundamentais: de expressão, de religião, de estar livre do medo e livre das necessidades materiais.

14 de janeiro − Governo do México adverte que qualquer agressão a um membro da aliança pan-americana será considerado um ataque ao México e inicia perseguição a simpatizantes do regime nazista.

12 de fevereiro − General Erwin Rommel assume o comando das tropas alemãs que avançam sobre o norte da África.

1º de março − Pressionada pela Alemanha, a Bulgária entra no Pacto Tripartite.

Deutsche Wehrmacht in Jugoslawien

Soldados da Wehrmacht executam reféns na Iugoslávia

6 de abril − Alemanha invade a Iugoslávia e a Grécia.

9 de abril − Ataque aéreo britânico a Berlim, com bombas fornecidas pelos Estados Unidos. Washington havia aprovado o fornecimento de armas aos Aliados, principalmente à Grã-Bretanha, desde que fossem pagas à vista e o transporte se desse em navios não-americanos. Após sua reeleição, em 1940, Roosevelt ampliou esta forma de ajuda. Um dos elementos desta política foi o Lend Lease Act, lei que permitia "emprestar" armas e materiais a países cujo engajamento na guerra interessasse aos EUA.

13 de abril − Hungria ingressa na guerra contra a Iugoslávia.

1º de junho − Tropas britânicas ocupam Bagdá e uma semana mais tarde invadem a Síria.

16 de junho − Washington exige o fechamento de todos os consulados da Alemanha.

22 de junho − Ataque alemão à União Soviética, sem declaração prévia de guerra. Nesta ofensiva, os alemães contam com o apoio da Romênia, Hungria, Eslováquia, Itália e, alguns dias mais tarde, também da Finlândia.

24 de junho − A Conferência dos Bispos Alemães apóia a guerra contra os soviéticos.

12 de julho − Grã-Bretanha e União Soviética selam um pacto de solidariedade.

11 de setembro − Depois de um incidente envolvendo o destróier norte-americano Greer e o submarino alemão U 652 ao norte da Islândia, a frota dos EUA recebe ordem de atirar contra navios alemães em águas norte-americanas.

30 de setembro − Começa a ofensiva alemã contra Moscou.

3 de outubro − Papa Pio XII critica a esterilização forçada e as regras matrimoniais impostas pelo regime nazista.

5 de dezembro − Grã-Bretanha declara guerra à Finlândia, Romênia e Hungria. No mesmo dia, o Exército Vermelho inicia seu bem-sucedido contra-ataque, obrigando os alemães a recuar para 250 quilômetros atrás do front.

Japanischer Angriff auf Pearl Harbor, 1941

Ataque japonês a Pearl Harbor

7 de dezembro − Sem declarar guerra aos EUA, o Japão ataca a base militar de Pearl Harbor, no Havaí. No dia seguinte, os EUA declaram guerra ao Japão. À Alemanha e Itália, a guerra é declarada no dia 11 de dezembro.

11 de dezembro − A China declara guerra à Alemanha, Itália e Japão.

20 de dezembro − Hitler apela por doações de roupas de inverno para os soldados no front soviético.

1942

1º de janeiro − 26 países assinam em Washington um pacto em que se comprometem a lutar até a derrota do Eixo, sem uma paz em separado. Pela primeira vez, foi usada a expressão "nações unidas".

20 de janeiro − Conferência de Wannsee, em Berlim, decide pela "solução final": o Exército alemão e outras forças devem exterminar os judeus na Europa.

8 de março − Holandeses capitulam em Java, deixando aos japoneses o controle sobre a Indonésia.

18 de abril − Ataque aéreo dos EUA contra Tóquio.

Zerbombte Kathedrale von Coventry, England

Ruínas da Catedral de Coventry, na Inglaterra, devastada pelos alemães

24 de abril − Força Aérea Alemã (Luftwaffe) recebe a ordem de bombardear cidades britânicas de importância histórico-cultural, mesmo que sejam irrelevantes do ponto de vista militar.

8 de junho − Submarinos japoneses bombardeiam a australiana Newcastle.

13 de setembro – Começa a batalha de Stalingrado.

2 de dezembro − O prêmio Nobel Enrico Fermi foi o primeiro a conseguir uma reação em cadeia controlada da fissão nuclear. O cientista italiano emigrado para os EUA integra o grupo que pesquisa uma bomba atômica.

1943

14 de janeiro − Começa a Conferência de Casablanca. No encontro de dez dias, o premiê britânico Winston Churchill e o presidente norte-americano Franklin Delano Roosevelt harmonizam seus objetivos e estratégias da guerra.

31 de janeiro/2 de fevereiro − Batalha de Stalingrado termina com a capitulação dos alemães.

19 de abril − Começa o levante no Gueto de Varsóvia. Unidades da SS invadem o bairro para conter a revolta da população judia, que vive ali em situação miserável. A tropa de elite, no entanto, precisa de apoio do Exército e leva quatro semanas para conter a revolta, que causou a morte de mais de 56 mil judeus.

13 de maio − As tropas alemãs na África capitulam diante dos britânicos e norte-americanos em Túnis.

24 de maio − A Marinha alemã suspende as batalhas com submarinos no Atlântico Norte.

Warschauer Aufstand

Soldados poloneses carregam feridos na revolta contra os ocupadores alemães

24 de julho − Novos fortes bombardeios contra Hamburgo, que prosseguem até o final do mês. Neste pior ataque dos bombardeiros aliados, a metade de Hamburgo foi destruída, causando a morte de 30 mil pessoas, entre as quais mais de cinco mil crianças.

10 de julho − Os Aliados desembarcam na Sicília. O rei italiano Vitor Emanuel busca contato com os opositores a Mussolini dentro do partido fascista.

25 de julho − O ditador Benito Mussolini é destituído e preso. O rei compõe um novo gabinete de governo. A 28 de julho, é anunciado o fim do fascismo no país.

13 de outubro − A Itália declara guerra à Alemanha.

28 de novembro − Começa a conferência de Teerã, em que pela primeira vez se reúnem Stalin, Roosevelt e Churchill.

26 de dezembro − 2ª Conferência do Cairo em que Churchill e Roosevelt fracassam na tentativa de forçar a Turquia a entrar na guerra, mas Ancara permanece neutra.

1944

5 de junho − O rei Vitor Emanuel passa o poder a seu filho, príncipe Umberto.

6 de junho – Os Aliados desembarcam na Normandia e compõem ali uma segunda frente de batalha, com mais de cinco mil navios de guerra e 14 mil bombardeiros e aviões de caça.

20 de julho − Fracassa o segundo atentado contra Hitler.

Hamburg nach dem Feuersturm

Hamburgo devastada pelas bombas

1º de agosto − Início da resistência em Varsóvia. A Polônia aproveita o enfraquecimento dos alemães no front soviético e inicia a rebelião contra a força ocupadora sob o comando do general Tadeusz Bór-Komorowski. A repressão das forças de Hitler será brutal, com execuções em massa e Varsóvia completamente destruída. Bór-Komorowski capitula a 2 de outubro.

25 de agosto − A Romênia declara guerra contra a Alemanha. No mesmo dia, o general Dietrich von Choltitz assina a capitulação de suas tropas em Paris e devolve a capital francesa ao general Philipp Leclerc.

19 de setembro − Acordo de cessar-fogo entre a Finlândia e a URSS.

21 de outubro − Tropas norte-americanas conquistam Aachen, no extremo oeste alemão. Pela primeira vez, uma grande cidade alemã é controlada pelos Aliados. Muitos moradores não vêem os soldados como ocupadores, mas os saúdam como libertadores.

31 de dezembro − O governo de resistência da Hungria declara guerra à Alemanha.

1945

27 de janeiro − O Exército Vermelho liberta o campo de concentração de Auschwitz. Cerca de sete mil prisioneiros são libertados no maior campo de destruição em massa de todos os tempos e símbolo do genocídio nazista, o Holocausto, que causou a morte de mais de seis milhões de pessoas. Mais de 1,3 milhão de pessoas foram deportadas para Auschwitz. Destas, cerca de 900 mil foram executadas logo após sua chegada, em câmaras de gás ou a tiros. Outras 200 mil sucumbiram a doenças, subnutrição, maus-tratos, experiências médicas.

4 de fevereiro − Início da Conferência de Ialta, com a presença de Roosevelt, Churchill e Stalin. Os chefes de governo já discutem a era pós-guerra e como podem encerrar da forma mais rápida possível o conflito na Ásia.

Reichstag 1945

O Reichstag (parlamento) destruído em Berlim

13 e 14 de fevereiro − Depois dos bombardeios a Berlim, a 3 de fevereiro, causando 22 mil mortos, é a vez de Dresden. A cidade às margens do Rio Elba fica em ruínas. Calcula-se o numero de mortos entre 60 mil e 245 mil.

15 de fevereiro − O Exército britânico avança numa linha de 15 quilômetros até as margens do Rio Reno, no front oeste. O rio é alcançado pelas tropas norte-americanas a 2 de março.

10 de março − Um ataque aéreo contra Tóquio mata 80 mil pessoas. Vinte quilômetros quadrados da cidade ficam em chamas.

12 de abril − Após a morte do presidente Roosevelt, seu sucessor, Harry S. Truman, assume o governo.

16 de abril − Começa a ofensiva soviética contra Berlim, no front leste. A cidade está completamente cercada a 25 de abril. Apesar de a guerra estar praticamente perdida, a SS impõe a defesa do país com julgamentos sumários, em que enforcam todos os jovens, soldados e membros das forças de assalto que se negam a participar dos combates.

25 de abril − Tropas norte-americanas e soviéticas se encontram em Torgau no leste da Alemanha.

28 de abril − O ex-ditador Benito Mussolini é executado por partisans.

30 de abril – Suicídio de Hitler em Berlim.

4 de maio – Capitulação dos alemães na Holanda, noroeste da Alemanha e Dinamarca. No dia 7, segue-se a rendição incondicional em Reims, a 160 quilômetros de Paris.

Karlshorst, 1945

Prédio da assinatura da capitulação, na base aérea de Karlshorst, em Berlim

7 de maio − O chefe do Estado-Maior, general Alfred Jodl, assina a capitulação incondicional no quartel-general dos Aliados, em Reims. O cessar-fogo é acertado para as 23h01 do dia seguinte.

8 de maio – Considerado oficialmente a data do final da Guerra.

5 de junho − As forças de ocupação assumem o controle da Alemanha. O país é dividido em quatro zonas: três no oeste (Estados Unidos, Grã-Bretanha e França) e uma no leste (dominada pela União Soviética). Também a capital, Berlim, encravada na zona soviética, é dividida em quatro áreas de ocupação.

16 de julho − Testada a bomba nuclear no deserto de Novo México (EUA).

17 de julho − Início da Conferrência de Potsdam, com Truman, Churchill e Stalin, que deliberam sobre a nova ordem na Alemanha.

6 de agosto − Estados Unidos lançam a bomba nuclear contra Hiroshima (Japão), matando mais de cem mil pessoas.

9 de agosto − A bomba nuclear norte-americana que explode na cidade japonesa de Nagasaki mata 36 mil pessoas e fere mais de 40 mil.

14 de agosto – O Japão anuncia sua capitulação incondicional. No dia 2 de setembro, o governo assina uma declaração neste sentido.

14 de novembro − Começam as primeiras audiências dos julgamentos de Nurembergue. As audiências principais do primeiro grande julgamento iniciaram-se em 20 de novembro. Ele teve 24 réus da elite política e militar do regime nazista, além de diversos membros do governo, das Forças Armadas e de grupos e organizações nazistas, como o partido NSDAP, a SS, a SA e a Gestapo.

As acusações iam de conspiração, crime contra a paz, crime de guerra e crime contra a humanidade. Os julgamentos prosseguiram até 1º de outubro de 1946, com um saldo de 12 condenações à morte e sete penas de prisão. Três réus foram absolvidos por falta de provas. (rw)

Páginas 1 | 2 | 3 | 4 | Texto completo

Leia mais