Busca por destroços de avião prossegue na ilha de Reunião | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 02.08.2015
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Busca por destroços de avião prossegue na ilha de Reunião

Moradores fazem pente-fino nas praias da ilha francesa depois que pedaço de asa de um Boeing 777 foi localizado, mas autoridades dizem que nenhum dos novos objetos encontrados é de um avião.

default

Policiais levam, dentro de uma caixa metálica, objetos encontrados por moradores na ilha de Reunião

A busca por novos destroços que permitam esclarecer o mistério do voo MH370 prossegue na ilha francesa de Reunião, no Oceano Índico, após as autoridades terem descartado a possibilidade de pedaços de metal encontrados neste domingo (02/08) pertencerem ao Boeing 777 desaparecido.

O voo MH370 da Malaysia Airlines desapareceu durante a noite de 8 de março de 2014, quando sobrevoava o Mar da China Meridional, depois de ter mudado de rota, quando se dirigia de Kuala Lumpur para Pequim, com 239 pessoas a bordo.

As operações de busca não tiveram qualquer resultado até a semana passada, quando foi encontrado um pedaço de asa de um Boeing 777 em Reunião. Desde então, os moradores passaram a pente fino as praias da ilha francesa.

Este domingo, eles entregaram diversos objetos à polícia. Um morador achou um fragmento de alumínio de 70 centímetros que suspeitou ser parte de uma porta de avião. As autoridades, porém, disseram que nenhum dos objetos encontrados é de uma aeronave.

A Malásia pediu atenção às autoridades dos países do Oceano Índico próximos à ilha de Reunião para a possível aparição de novos destroços do avião da Malaysia Airlines, cujo sumiço continua a ser um dos grandes mistérios da aviação.

Até hoje o aparelho não foi encontrado, e as autoridades malaias declararam, em janeiro, todos os passageiros como mortos.

AS/lusa/afp

Leia mais