Bolsonaro isenta de visto cidadãos dos EUA, Austrália, Canadá e Japão | Notícias e análises sobre os fatos mais relevantes do Brasil | DW | 18.03.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Brasil

Bolsonaro isenta de visto cidadãos dos EUA, Austrália, Canadá e Japão

Concedida unilateralmente, medida quer incentivar turismo. Países mantêm, porém, exigência de visto para brasileiros. Americanos, australianos, canadenses e japoneses poderão permanecer 180 dias no Brasil.

Jair Bolsonaro

Bolsonaro concede isenção durante viagem oficial aos Estados Unidos

O presidente Jair Bolsonaro dispensou a exigência de visto para entrada no Brasil para cidadãos da Austrália, Canadá, Estados Unidos e Japão. A medida foi tomada de forma unilateral, sem a reciprocidade muitas vezes exigida pelos países que adotam ações dessa natureza.

Brasileiros que desejam viajar para estes quatro países continuam, porém, precisando de visto. O governo argumenta que a suspensão do documento para americanos, australianos, canadenses e japoneses irá incentivar o turismo. A mudança foi publicada no Diário Oficial da União nesta segunda-feira (18/03).

O decreto entrará em vigor no dia 17 de junho deste ano. Com a mudança, cidadãos desses quatros países poderão permanecer no Brasil pelo prazo de 90 dias, prorrogáveis por mais 90, sem precisar de qualquer tipo de visto. A dispensa valerá para entrada no país para fins turísticos, de negócio, esportivos ou artísticos, sem intenção de estabelecer residência. 

"A isenção do visto de forma unilateral é um aceno que fazemos para países estratégicos no sentido de estreitar as nossas relações. Nada impede que essas nações isentem os brasileiros dessa burocracia num segundo momento", informou o Ministério do Turismo ao G1.

O decreto foi publicado enquanto Bolsonaro realiza sua primeira visita oficial aos Estados Unidos. Nesta terça-feira, ele será recebido na Casa Branca pelo presidente americano, Donald Trump.

Essa não é a primeira vez que cidadãos dos Estados Unidos, Austrália, Canadá e Japão são dispensados de pedir visto para entrar no Brasil. Em 2015, a então presidente Dilma Rousseff concedeu uma dispensa temporária aos turistas destes países que viessem ao Brasil para os Jogos Olímpicos.

Em governos anteriores, o Ministério das Relações Exteriores, no entanto, se posicionara contrário à isenção de visto unilateral por defender o princípio da reciprocidade.

CN/efe/lusa/abr/ots

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube 

WhatsApp | App | Instagram | Newsletter

Leia mais