Alemanha recupera diários roubados de John Lennon | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 20.11.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Alemanha recupera diários roubados de John Lennon

Polícia berlinense prende receptador que tentava vender itens roubados do espólio do ex-Beatle. Objetos foram roubados em 2006 da viúva Yoko Ono em Nova York.

default

Diários do ex-Beatle assassinado em 1980 estão entre os itens encontrados pela polícia berlinense

Passados quase 37 anos do assassinato de John Lennon (1940-1980), a polícia berlinense prendeu nesta segunda-feira (20/11) um homem de 58 anos pela receptação e tentativa de venda de objetos roubados do espólio do ex-Beatle.

Os itens foram roubados em 2006 da viúva de Lennon, Yoko Ono, em Nova York, e apareceram há três anos na capital alemã nas mãos de um possível receptador. Os objetos se encontram agora em segurança.

Alguns diários de Lennon estavam entre os objetos, afirmaram o Ministério Público e a polícia de Berlim. As autoridades disseram ainda que o outro suspeito de envolvimento no crime está vivendo na Turquia, fora do alcance da lei alemã.

O suspeito foi preso nesta segunda-feira em Berlim. "As buscas foram bem-sucedidas, em seu carro puderam ser encontrados outros objetos escondidos e que possivelmente fazem parte do espólio de John Lennon", relataram os investigadores. Ainda não foi tomada uma decisão sobre a divulgação do material apreendido.

Lennon foi morto a tirosem frente a seu prédio no Central Park em Nova York, por um homem com problemas mentais, em 8 de dezembro de 1980. O músico teria completado 77 anos em outubro passado.

CA/afp/dpa

___________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App

Leia mais