Maputo: Jovens criam soluções criativas para o ″novo normal″ | Moçambique | DW | 03.06.2021

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

Maputo: Jovens criam soluções criativas para o "novo normal"

Em Moçambique, jovens empreendedores apresentaram soluções digitais a instituições e órgãos do Estado para incentivar uso de plataformas sem sair de casa. Encontro foi organizado pelo Centro Cultural Moçambique-Alemanha.

Jovem empreendedora apresenta projeto no evento do Centro Cultural Moçambicano-Alemão

Jovem empreendedora apresenta projeto no evento do Centro Cultural Moçambicano-Alemão

O evento foi organizado sob a égide do Centro Cultural Moçambique-Alemanha. Os jovens moçambicanos querem convencer, com as suas ideias, empresas e instituições do Estado a usarem plataformas como o WhatsApp, que permitem poupar tempo e dinheiro em várias operações que se podem fazer sem sair de casa.

São produtos que vão ajudar a enfrentar o "novo normal" provocado pela pandemia de Covid-19, apresentados à Câmara do Comércio de Moçambique e ao Concelho Municipal de Maputo.

Lídia Siquela, diretora de marketing da empresa "Toduma", apresentou um software para uma interação entre a Câmara e os utilizadores ou clientes de forma automatizada pelo WhatsApp.

Assistir ao vídeo 03:05

Diol: O menino prodígio de Moçambique

"Temos aqui um exemplo em que o utilizador manda uma mensagem para o WhatsApp da empresa. Esta mensagem é enviada para o servidor que trata a mensagem e faz com que haja um retorno automatizado para o emissor da mensagem. Neste caso, para o utilizador. Esta mensagem é respondida em forma de texto, imagem e documento em menos de um segundo", explica.

Elcídio Bila, outro jovem criador, mostrou como gerir e criar conteúdos no "WhatsApp Business", cujo objetivo é reduzir o tempo e evitar o estresse ao gestor do sistema.

"Nós vamos estruturar melhor os conteúdos a colocar no WhatsApp Business API. Vamos ajudar a fazer a planificação e a divulgação desses conteúdos e perceber, ao longo da semana ou ao longo do mês, quais são os conteúdos que são melhor colocados antes dos outros", explica.

Inovação

A Câmara do Comércio de Moçambique, que é um dos clientes, gostou do que viu e Jaime Cuambe, membro daquela agremiação, tem certeza que as ideias juvenis vão mudar a instituição.

"Cada uma destas propostas vai agregar valor naquilo que é a ambição, visão e os desafios da Câmara do Comércio de Moçambique. A Câmara quer ser mais visível e encontrou uma solução", sublinha.

Outros jovens apareceram com ideias para fazer uma agenda cultural para o município de Maputo. É que a capital moçambicana tem uma dinâmica muito intensa em termos culturais, daí que os artistas poderão passar a ter uma plataforma para melhorar a sua arte, segundo o criador Sérgio Sambo.

"O que vai acontecer na plataforma, os artistas assim como os promotores de eventos poderão colocar lá os seus eventos para o público. E, através da mesma plataforma, poderá vender os seus bilhetes", diz.

Soluções digitais para o turismo

O Concelho Municipal de Maputo viu a agenda cultural e a vereadora da área de Cultura e Turismo, Isabel Macie, quer que a arte na capital volte a ganhar.

"E também nós queremos que esta plataforma facilite tudo o que é a gestão da cultura da nossa cidade. Que facilite o próprio município a ser o veículo promotor da arte da nossa cidade", afirma.

"Mas queremos, acima de tudo, que esta plataforma ao promover, ao ajudar o artista a ganhar, o concelho municipal também não perca, no sentido de que a plataforma deve ser de autossustentável", acrescentou.

Artigo atualizado a 8 de junho de 2021 às 15:16 (CET).

Assistir ao vídeo 01:37

Tanzaniano aproveita energia solar para melhorar o clima

 

Leia mais