Detidos quatro suspeitos de homicídio de jornalista angolana | Angola | DW | 30.10.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Angola

Detidos quatro suspeitos de homicídio de jornalista angolana

Quatro cidadãos estrangeiros foram detidos em Luanda, nos últimos dias, pela polícia angolana, pelo alegado envolvimento no homicídio de Beatriz Fernandes, apresentadora da Televisão Pública de Angola (TPA).

Beatriz Fernandes foi encontrada morta, na quinta-feira (26.10), no interior de uma viatura nos arredores de Luanda, juntamente com o corpo de um homem que a acompanhava, depois de ter sido raptada, com os filhos menores, horas antes, no centro da capital.

A polícia não adiantou mais pormenores sobre as detenções já realizadas, prometendo apenas que os contornos do caso serão divulgados nos próximos dias.

A morte da jornalista foi anunciada na quinta-feira, em direto, na emissão da TPA, por uma jornalista daquele canal.

De acordo com um familiar da apresentadora, Beatriz Fernandes terá sido raptado à chegada a uma unidade hospitalar de Luanda e os dois filhos menores foram entregues, em pânico, numa esquadra da capital.

Aumento de raptos

O crime abalou a sociedade angolana e já levou a polícia a prometer um aumento do patrulhamento visível em algumas zonas de Luanda.

Nas últimas semanas há registo de um aumento de casos conhecidos de raptos em Luanda, seguidos de homicídio, vitimando essencialmente mulheres, normalmente obrigadas a fazerem levantamentos de dinheiro nas caixas ATM.

 

Leia mais