Cabo Verde: Janira Hopffer Almada recandidata-se à líderança do PAICV | Cabo Verde | DW | 06.12.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cabo Verde

Cabo Verde: Janira Hopffer Almada recandidata-se à líderança do PAICV

A presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), Janira Hopffer Almada, formalizou a recandidatura ao cargo que ocupa desde 2014, sendo para já a única candidata, a 24 horas de terminar o prazo.

As eleições diretas para a presidência do PAICV estão agendadas para 22 de dezembro e o prazo para a entrega de candidaturas termina às 18:00 deste sábado (07.12), seguindo-se o XVI congresso ordinário, de 31 de janeiro a 2 de fevereiro de 2020, para eleger os novos órgãos do partido.

O dossiê de candidatura de Janira Hopffer Almada, subscrita por 7.596 militantes do partido no país e na diáspora (os regulamentos do partido exigem um mínimo de 300 assinaturas), inclui ainda a moção estratégica de orientação política a levar ao congresso e uma lista com 171 delegados.

O PAICV esteve no poder em Cabo Verde pela última vez no período de 2001 a 2016, sendo desde então o maior partido da oposição. "Vamos para esta partida com a intenção firme de ganhar estas eleições", garantiu o mandatário daquela candidatura, o deputado e vice-presidente do PAICV, João Baptista Pereira, em declarações aos jornalistas após entregar o dossiê de candidatura à Comissão Nacional de Jurisdição e Fiscalização.

Lista de delegados cumpre nova lei da Paridade

Garantiu ainda que a lista de delegados proposta já cumpre o previsto na nova lei da Paridade, que entrou em vigor em Cabo Verde há uma semana, exigindo listas com pelo menos 40% de mulheres. "Temos 41% de mulheres na lista de candidatos a delegados", garantiu o mandatário de Janira Hopffer Almada, advogada de profissão e deputada à Assembleia Nacional, de 41 anos e presidente do PAICV desde 2014.

Assistir ao vídeo 01:46

A única mulher ao volante de um autocarro na Cidade da Praia

Também o deputado José Sanches anunciou anteriormente a intenção de concorrer à liderança do PAICV, partido que esteve no poder em Cabo Verde, pela última vez, no período de 2001 a 2016.

Contudo, segundo Ana Semedo, da Comissão Nacional de Jurisdição e Fiscalização, até ao momento não foi apresentada qualquer outra candidatura, além da formalizada hoje por Janira Hopffer Almada.

Questionado pelos jornalistas sobre uma possível divisão interna no PAICV, gerada no processo de preparação destas eleições internas, o mandatário da candidatura de líder do partido, desvalorizou o tema. "Quem ganhar dever dirigir, quem perder deve ajudar a unir esforços". "Queremos trabalhar para enfrentar os próximos desafios do país", disse João Baptista Pereira.

Cabo Verde realiza eleições autárquicas no segundo semestre de 2020. No ano seguinte realizam-se eleições legislativas e depois, no segundo semestre, presidenciais.

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados