Violino vira tela de pintura | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 20.05.2021

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Violino vira tela de pintura

[Vídeo] Inspirado na obra "A Divina Comédia", de Dante Alighieri, artista italiano pinta série de 33 violinos e um violoncelo a mão.

Assistir ao vídeo 03:51

O artista Leonardo Frigo parece ter descoberto uma forma de deixar o violino ainda mais encantador, porém, a tarefa não é fácil. "O formato do violino dificulta a pintura porque ele não é bidimensional, é um objeto tridimensional. É muito difícil pintar a lateral ou a parte de cima. E é preciso ter muito cuidado porque a tinta é líquida e num segundo pode acontecer erro", explica.

Os temas das pinturas são variados. Entre eles, os sete pecados capitais, as Quatro Estações de Vivaldi ou cenas da antiga cidade de Pompeia. "Pintar um violino pode levar um mês, já um violoncelo pode demorar até três meses. Eu realmente preciso me sentir inspirado pela história ou biografia."

Até agora, um dos maiores projetos de Leonardo Frigo inclui a pintura de 33 violinos e um violoncelo com temas inspirados no livro A Divina Comédia, de Dante Alighieri. "Começo a ler o capítulo e a escrever num caderno todos os nomes, todos os locais descritos. Depois faço um esboço do desenho no papel. Às vezes, faço uso de papel vegetal porque aí consigo ver direto no violino se a proporção está boa." A série foi concluída em dezembro de 2020, bem a tempo de homenagear Alighieri, já que 2021 marca os 700 anos de morte do grande poeta italiano.