Uma viagem pelas cidades onde Bach viveu | Conheça os destinos turísticos mais famosos da Alemanha | DW | 11.02.2012
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Turismo

Uma viagem pelas cidades onde Bach viveu

O compositor nasceu em Eisenbach e ganhou fama em Leipzig, onde foi diretor musical e compôs intensamente. Coral dos meninos ao estilo de Bach ainda arrasta multidões para Leipzig.

default

Monumento em Leipzig homenageia Sebastian Bach

A obra do compositor alemão Johann Sebastian Bach continua emocionando plateias do mundo inteiro, mesmo três séculos após seu nascimento. Foi no pé da montanha e do castelo Wartburg, em Eisenach, no estado da Turíngia, que o compositor nasceu, em 1685. O centro histórico da cidade ainda preserva a mesma atmosfera da infância do músico.

Uma parada obrigatória para os fãs do compositor é a prefeitura da cidade. Esse era o local onde, antigamente, os tocadores de pífaro faziam soar o instrumento para informar a hora certa. Um dos músicos mais conhecidos era Johann Ambrosius Bach, pai de Sebastian Bach.

Mas foi em Leipzig que o compositor viu sua carreira florescer. Já nos tempos de Bach, a cidade era conhecida como metrópole cultural e centro de comércio. Em 1723, Bach se candidatou à vaga de diretor musical da igreja de São Tomás, passou por vários testes e, em 22 de abril daquele ano, foi escolhido para o cargo pelo conselho municipal.

Ele se manteve na função por 27 anos, era o responsável pela direção musical em todas as quatro principais igrejas de Leipzig. Aqueles foram anos de intensa produção: centenas de cantatas, obras para corais, prelúdios e concertos. Bach só não compôs ópera, gênero que não combinava com seu caráter austero e religioso.

O talentoso compositor também era constante motivo de queixa na prefeitura de Leipzig, onde era considerado rebelde e desagradável, pois sempre pedia dinheiro para reformar as igrejas e para comprar novos instrumentos musicais.

A cidade ganhou recentemente um museu que reconta a trajetória de Bach. Partituras e documentos do compositor estão reunidos no local. O museu também permite que o turista brinque com os instrumentos para acompanhar o coro de Bach. A música está à disposição: a mediateca reúne todas as 1127 composições. O visitante precisaria de sete dias para ouvir todo o conjunto da obra de Bach.

A igreja de São Tomás foi onde o músico exerceu a maior parte das suas atividades, onde muitas das suas composições foram estreadas. O ano de 2012 marca o aniversário de 800 anos do mundialmente conhecido coral de meninos, e igreja vai comemorar a data com diversos concertos.

Johann Sebastian Bach morreu em Leipzig, em 1750, aos 65 anos. Na igreja de São Tomás também se encontram seus restos mortais.

NP/DW
Revisão: Roselaine Wandscheer

Assistir ao vídeo 03:04
Ao vivo agora
03:04 min

Uma viagem pelo mundo de Sebastian Bach

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados