1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW
USA Trump Ernennung Neil Gorsuch
Foto: Reuters/K. Lamarque

Trump nomeia Neil Gorsuch para Suprema Corte

1 de fevereiro de 2017

Juiz conservador de 49 anos, nascido no Colorado, é o escolhido do presidente americano para ocupar a vaga de Antonin Scalia, morto em fevereiro de 2016. Nomeação ainda precisa ser aprovada pelo Senado.

https://p.dw.com/p/2WlKL

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, indicou nesta terça-feira (31/01) o juiz Neil Gorsuch, de 49 anos, para ocupar um dos nove assentos da Suprema Corte americana. O posto estava vago há quase um ano, desde a morte do conservador Antonin Scalia, em fevereiro de 2016.

"O juiz Gorsuch tem excelentes habilidades legais, uma mente brilhante, uma disciplina tremenda e ganhou apoio bipartidário", afirmou Trump ao anunciar a nomeação em discurso na Casa Branca.

Gorsuch é o indicado mais jovem à Suprema Corte em mais de um quarto de século e, se tiver sua nomeação aprovada, poderá influenciar o direcionamento do tribunal por décadas – em questões decisivas como o aborto, o porte de armas e a pena de morte –, já que o cargo é vitalício.

Nascido no Colorado, o indicado de Trump serve no tribunal federal de recursos em Denver, e foi apontado para esse cargo em 2006 pelo então presidente republicano George W. Bush.

Conhecido por seu estilo de escrita claro e coloquial, Gorsuch é considerado um intelectual conservador e seguidor do "originalismo" na interpretação da Constituição. Formado em Columbia e Harvard, foi assessor dos juízes Anthony Kennedy e Byron White, ambos na Suprema Corte.

Em discurso na Casa Branca após o anúncio de Trump, Gorsuch disse que seguiria o exemplo de Scalia – quem chamou de "leão da lei" – ao defender as leis e a Constituição americana, prometendo "aquilo que se espera de todos os juízes: imparcialidade e independência, amizade e coragem".

A indicação de Trump ainda precisa ser aprovada pelo Senado, onde os republicanos são maioria. No ano passado, eles impediram a nomeação de Merrick Garland, feita pelo democrata Barack Obama.

No discurso televisionado, o presidente republicano fez um apelo para que a oposição democrata apoie a indicação de Gorsuch, que precisa de pelo menos oito votos do partido para ocupar o cargo. "Espero que os democratas e republicanos se unam pelo bem do país", declarou Trump.

EK/efe/ap/rtr/lusa/afp