Trump indica ex-governador do Texas para pasta da Energia | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 14.12.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Estados Unidos

Trump indica ex-governador do Texas para pasta da Energia

Rick Perry têm fortes ligações com a indústria petrolífera e integra diretoria de empresas responsáveis por controverso oleoduto em Dakota do Norte, que gerou protestos de ambientalistas e indígenas.

Indicação de Perry é sinal do aprofundamento da influência da indústria do petróleo no Departamento de Energia dos EUA

Indicação de Perry é sinal do aprofundamento da influência da indústria do petróleo no Departamento de Energia dos EUA

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta quarta-feira (14/12) o ex-governador do Texas Rick Perry como futuro secretário de Energia. Caso o Senado ratifique sua nomeação, Perry assumirá uma pasta que ele próprio sugerira eliminar quando era pré-candidato à indicação do Partido Republicano para concorrer à Casa Branca, em 2012.

Em comunicado divulgado pela equipe de transição, Trump elogiou o governo de Perry no Texas, estado que lidera a produção americana de petróleo, afirmado que ele propiciou um "ambiente de negócios que criou milhares de empregos e resultou em preços mais baixos no fornecimento de energia" e ressaltando que o texano fará o mesmo pelo país.

Perry, que foi pré-candidato republicano também em 2016, tem ligações próximas com a indústria do petróleo do Texas. Ele assumiu cargos corporativos em duas empresas petrolíferas, lutando para que o governo federal aprovasse o projeto de construção de um oleoduto no estado de Dakota do Norte. O projeto gerou protestos de ambientalistas e comunidades indígenas.

O ex-governador integra os quadros diretores das empresas Energy Trasfer Partners e Sunoco Logistics Partners, que desenvolveram o controverso projeto do oleoduto. Sua indicação é um sinal do aprofundamento da influência da indústria do petróleo no Departamento de Energia. As campanhas políticas de Perry foram financiadas com doações do setor.

Trump afirmou que Perry é "um dos governadores de maior sucesso na história moderna, conduzindo o Texas a um período prolongado de crescimento econômico e prosperidade" durante o seu governo, de 2000 a 2015. 

Esta é a segunda nomeação para o gabinete de Trump de uma pessoa intimamente ligada à indústria do petróleo, após a indicação do CEO da multinacional ExxonMobil, Rex Tillerson, para o Departamento de Estado.

RC/ap/rtr

Leia mais