1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW
Frankreich Neymar-Schriftzug auf dem Eifel-Turm
Foto: Getty Images/AFP/O. Morin
Esporte

Torre Eiffel dá boas-vindas a Neymar

6 de agosto de 2017

Principal símbolo de Paris é iluminado com cores do PSG e exibe nome do jogador brasileiro. Apesar da aprovação de torcedores e da curiosidade de turistas, surgem também críticas ao uso publicitário da estrutura.

https://p.dw.com/p/2hmRQ

A Torre Eiffel, um dos monumentos mais famosos do mundo, deu as boas-vindas ao jogador Neymar, que foi recém-contratado pelo Paris Saint-Germain (PSG) e vai se mudar para Paris. Na noite deste sábado (05/08), a famosa torre foi iluminada com as cores do time, e um enorme telão instalado na fachada exibiu a expressão "bem-vindo" em português, francês e inglês. Ao final, apareceu a saudação Bienvenue Neymar Jr.

As redes sociais do clube exibiram vídeos e fotos da iluminação, que foi usada entre 21h30 e 1h. Após questionamentos da imprensa, a prefeitura de Paris afirmou que tudo foi custeado pelo clube. A emissora de TV LCI informou que o "aluguel" da iluminação da torre custou pelo menos 50 mil euros (184 mil reais).

Críticas

Apesar da alegria dos torcedores e da curiosidade dos turistas, nem todo mundo gostou da extravagante mensagem de boas-vindas. Entre os críticos apareceu até mesmo o administrador da Torre Eiffel.

Em sua conta no Twitter, Yves Pozzo di Borgo, senador por Paris e administrador da Sete (Sociedade de Exploração da Torre Eiffel), reclamou de não ter sido informado sobre o uso da torre. "Administrador da Torre Eiffel, descubro que cidade impôs uma iluminação especial para Neymar. É sem sentido", disse.

Ele também retuítou diversos comentários de usuários que fizeram críticas. "Cinco de agosto de 2017, a Torre Eiffel se torna um espaço de publicidade", disse um deles. Outro usuário que teve a mensagem reproduzida pelo senador disse "existe algo de pernicioso em iluminar a torre para Neymar como normalmente se faz para vítimas de atentados".

O deputado Yves Jégo, que representa a região de Sena e Marne, próxima de Paris, também criticou a iniciativa em sua conta no Twitter. "Neymar no PSG, é claro... mas transformar a Torre Eiffel em peça de publicidade em uma noite... é um tanto demais, não?"

Em nota enviada à imprensa francesa, a prefeitura de Paris defendeu a iluminação. "A Torre Eiffel celebra regularmente eventos esportivos. No mesmo espírito, o monumento serviu para eventos como a Eurocopa ou ainda a Copa de Mundo de Rugby", afirmou.

JPS/ots

 

Pular a seção Mais sobre este assunto
Pular a seção Conteúdo relacionado