Ted Cruz desiste após derrota para Trump | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 04.05.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Ted Cruz desiste após derrota para Trump

Senador abandona disputa pela nomeação do Partido Republicano e caminho fica praticamente livre para o magnata Donald Trump. Sanders vence em Indiana, mas segue distante de Hillary.

O senador Ted Cruz abandonou a corrida para ser o candidato do Partido Republicano à presidência dos Estados Unidos após perder as primárias desta terça-feira (03/05), no estado de Indiana, para o rival Donald Trump.

Num discurso em Indianápolis, Cruz, que se apresentava como a única alternativa a Trump no lado republicano, anunciou a sua retirada, deixando o campo praticamente livre para o magnata, que tem agora como único concorrente o senador de Ohio John Kasich.

"Demos o nosso melhor em Indiana, mas esta noite os eleitores escolheram outro caminho. Por isso cancelamos a nossa campanha", anunciou Cruz.

Infografik US-Vorwahlen Gewinner Stand 04.05.2016 Portugiesisch

A desistência do pré-candidato deixa o caminho quase totalmente livre para Trump, que após a vitória desta terça-feira em Indiana ficou a menos de 200 delegados de conseguir a nomeação em termos matemáticos, apesar de ainda não terem votado estados muito populosos, como a Califórnia e Nova Jersey.

Reagindo à saída de Cruz, Trump classificou o rival de um "adversário duro" com um "grande futuro". Ele previu também que será o grande vencedor das eleições presidenciais de novembro. "Vamos atrás de Hillary Clinton. Vamos vencer em novembro e vamos vencer para valer, e os Estados Unidos vão ficar em primeiro lugar", afirmou.

Trump não é aceito por boa parte da cúpula republicana. O senador de Nebraska Ben Sasse, que reiteradamente afirmou que não vai apoiar Trump, disse que o resultado de Indiana não muda nada na sua posição.

USA Vorwahlen Republikaner Donald Trump

Trump reivindica para si a candidatura republicana

Já o presidente do Comitê Nacional Republicano, Reince Priebus, reconheceu que Trump é o provável candidato do partido à presidência, após a saída de Cruz da corrida eleitoral. "Donald Trump será o provável nomeado do Partido Republicano, devemos nos unir e nos concentrar em derrotar Hillary Clinton", afirmou Priebus, numa mensagem publicada no Twitter.

Clinton x Sanders

Entre os democratas, a vitória em Indiana foi do senador de Vermont Bernie Sanders, apesar de as sondagens inicialmente darem Hillary Clinton como vencedora. O resultado, porém, não tem grande influência sobre a atual situação, pois Hillary já tem 92% dos delegados de que precisa.

"Sei que a campanha de Clinton pensa que esta campanha acabou. Eles estão errados", afirmou Sanders. Hillary, porém, já está com os olhos voltados para o provável embate contra Trump.

AS/lusa/ap/afp

Leia mais