SpaceX planeja transportar turistas até a Estação Espacial Internacional | Notícias internacionais e análises | DW | 06.03.2020
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Tecnologia

SpaceX planeja transportar turistas até a Estação Espacial Internacional

Empresa do bilionário Elon Musk assinou contrato com startup Axiom Space para enviar três turistas à ISS por oito dias. Missão deverá ser lançada em 2021 e será primeira viagem espacial privada em mais de dez anos.

Nave Falcon 9, da SpaceX, sendo lançada em Cabo Canaveral, EUA

Nave Falcon 9, da SpaceX, sendo lançada em Cabo Canaveral, EUA

A empresa americana de transporte espacial SpaceX planeja enviar três turistas para a Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) a bordo de sua nave Crew Dragon. Se se concretizar, a missão será a primeira viagem espacial privada em mais de uma década.

Fundada pelo bilionário empresário Elon Musk, a companhia assinou um contrato com a startup Axiom Space para enviar um comandante treinado com astronautas privados para passarem oito dias na ISS. A missão deverá ser lançada no segundo semestre de 2021.

Em comunicado conjunto, as empresas chamaram a empreitada de "a primeira missão espacial completamente privada" para a ISS.

"Será a primeira de muitas missões para a ISS que serão completamente administradas pela Axiom Space, que também recrutará a tripulação. É algo inédito para uma entidade comercial. Colocar o transporte à disposição marca um progresso significativo para atingir esse objetivo, e estamos felizes em trabalhar com a SpaceX neste sentido", afirmou o presidente da Axiom, Michael Suffredini, em comunicado.

Não se sabe ainda quanto custará cada passagem para o espaço. O custo de lançamento da nave espacial reutilizável Falcon 9, que deverá ser usada na nova missão, é de cerca de 60 milhões de dólares. Soma-se a isso o custo de construir uma nova cápsula Dragon, estimado em mais de 100 milhões de dólares, o que significaria que os turistas teriam que pagar dezenas de milhões de dólares pela viagem.

A cápsula Crew Dragon já lançou satélites da Nasa e deverá enviar a primeira missão tripulada ao espaço este ano.

Até agora, oito turistas visitaram a ISS a bordo de naves russas Soyuz. A última visita foi feita pelo bilionário canadense Guy Laliberte, fundador do Cirque du Soleil, em 2009. O primeiro turista no espaço foi o engenheiro americano Dennis Tito, que pagou 20 milhões de dólares em 2001 para passar cerca de oito dias na ISS.

Outras empresas privadas também anunciaram planos para explorar o turismo espacial. A Blue Origin, do dono da Amazon, Jeff Bezos, e a Virgin Galactic, do empresário britânico Richard Branson, começaram a desenvolver naves para transportar turistas para o espaço. A Boeing também começou a desenvolver uma cápsula tripulada chamada Starliner, mas o projeto enfrentou vários obstáculos, e um voo-teste não tripulado foi cancelado em dezembro do ano passado.

RK/afp/dw/ots

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube 
App | Instagram | Newsletter

Leia mais