Por que somos tão obcecados por um crescimento econômico eterno? | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 04.05.2018

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Por que somos tão obcecados por um crescimento econômico eterno?

Turbocapitalismo, negócios de alta frequência, fundos de investimento de alto risco. Será que Karl Marx estava certo quanto ao capitalismo? O documentário “Erro no sistema” questiona a obsessão pelo crescimento econômico eterno.

Assistir ao vídeo 05:47

Turbocapitalismo, negócios de alta frequência, fundos de investimento de alto risco. Será que Karl Marx estava certo quanto ao capitalismo? O documentário “Erro no sistema” questiona: por que somos tão obcecados por um crescimento econômico eterno?

O cineasta Florian Opitz investiga o mundo das finanças e procura o erro no sistema. Ele analisa o chamado milagre econômico vivido por diversos países na segunda metade do século 20. O documentário também retrata a situação no estado do Mato Grosso, onde a floresta vem sendo desmatada há anos para a expansão da agricultura e da pecuária.

Florian viaja pelo mundo há anos recolhendo confissões perturbadoras de corretores e banqueiros. Nas palavras dele: "vi que uma série de coisas que Marx analisou na época são muito atuais hoje. Ele previu muita coisa. Até mesmo gerentes de fundos de investimento de alto risco e donos de indústrias que eu conheci estão começando a ler Marx para entender o que está acontecendo ao redor deles.”