Plebeia Kate Middleton não escapa de comparações com Lady Di | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 28.04.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Plebeia Kate Middleton não escapa de comparações com Lady Di

O casamento do príncipe William com Katte Middleton reaviva a lembrança do matrimônio de seus pais, o príncipe Charles e Lady Diana Spencer, há 30 anos. Apesar das semelhanças, Kate é bem diferente de Diana.

William e Kate se conheceram em 2001

William e Kate se conhecem já há dez anos

A união do príncipe William com Kate Middleton nesta sexta-feira (29/04) faz lembrar o casamento dos pais dele. Em 1981, o príncipe Charles, herdeiro da coroa britânica, casou-se com Lady Diana Spencer, e a jovem e carismática noiva acabou se tornando a estrela da casa real britânica, a "princesa do povo".

Mas o casamento foi infeliz, terminando em divórcio. Diana morreu aos 36 anos, em 1997, de forma trágica. A figura dela não é apenas uma referência para Kate. O destino da princesa de Gales é também uma terrível lembrança do tipo de vida que a espera – principalmente o assédio da mídia e a falta de privacidade.

Mas isso não é novidade para Kate Middleton, que declarou recentemente sobre Lady Di: "Eu gostaria de tê-la conhecido. Ela é uma mulher inspiradora, alguém para se ter como exemplo". Também o príncipie William fez uma associação entre a sua mãe e a noiva ao dar a esta o anel de noivado de Diana. Lamentando a ausência da mãe, William declarou que esta era a sua maneira de tê-la por perto.

Prinz William Kate Middleton Park Darwen Flash-Galerie

A plebeia e o príncipe se casam nesta sexta-feira

Sangue novo

A comparação de Kate com Diana é vista de forma ambígua pela família real. Mais uma esposa de príncipe autoconfiante e independente não é desejada pela Casa de Windsor. Mas, como daquela vez, as cabeças coroadas querem se beneficiar da frescura, do elemento eletrizante que Diana trouxe, a princípio, para os empoeirados corredores do Palácio de Buckingham e do Castelo de Windsor.

Stephen Bates, correspondente do jornal britânico The Guardian na corte, afirma que a família real precisa se renovar e se rejuvenescer, precisa de sangue novo. "A rainha tem 85 anos de idade, já ocupa o trono há 60. O príncipe Charles também já está com 64 anos. Ou seja, os Windsor precisam urgentemente de um herdeiro enérgico, jovem e inteligente. Metaforicamente falando, eles investiram muito dinheiro no príncipe William, para que ele preencha esse papel."

Bates disse não ver nenhum sinal de que venha a se repetir a tragédia em torno de Diana, que foi tão infeliz na corte. Pois Diana era muito jovem ao casar com Charles, um homem bem mais velho. E eles pouco se conheciam. Kate Middleton, por outro lado, conviveu um longo tempo com William. Nenhum outro príncipe britânico conheceu tão bem sua esposa antes do casamento.

História de amor

William Mountbatten-Windsor e Catherine Elisabeth Middleton se conhecem desde 2001. Ambos viviam na mesma república de estudantes, na cidade escocesa de St. Andrews. Em 2002, eles começaram o namoro. As origens da burguesa Kate são campestres, do idílico Condado de Berkshire, onde seus pais têm um negócio bastante lucrativo com vendas por catálogo de artigos de festa.

Precisamente esse elemento burguês – a origem pouco glamorosa de Kate, vinda de uma família de empresários – preocupa monarquistas inveterados. Para a historiadora escocesa Sheila Sedgwick, "existe um clima de que, com esse casamento, o fim da monarquia estaria próximo. Mas William tem o direito de se casar com quem ele quiser. Por quem ele se apaixona é somente de sua conta".

E é justamente por isso que os tabloides sensacionalistas britânicos adoram a história de amor entre o herdeiro do trono e a menina burguesa.

Autor: Sebastian Hesse (ca)
Revisão: Alexandre Schossler

Leia mais