Partido de Schulz ganha força, diz pesquisa | Todas as informações sobre as eleições na Alemanha em 2017 | DW | 12.02.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Eleição na Alemanha

Partido de Schulz ganha força, diz pesquisa

Sondagem aponta crescimento do SPD, do ex-presidente do Parlamento Europeu, e estagnação da CDU de Angela Merkel. Se eleições para chanceler federal fossem diretas, ele teria 46% dos votos.

Berlin Bundespräsidentenwahl Merkel Schulz (picture-alliance/dpa/G. Fischer)

Angela Merkel e Martin Schulz no Parlamento, durante a eleição para presidente neste domingo

Uma pesquisa divulgada neste domingo (12/02), pela edição dominical do tabloide Bild, mostra que o Partido Social-Democrata (SPD), do ex-presidente do Parlamento Europeu Martin Schulz, ganha força para as eleições legislativas de setembro.

O SPD aparece com 32% das intenções de voto, três pontos acima da sondagem da semana anterior. A União Democrata Cristã (CDU), da chanceler federal Angela Merkel, manteve os 33 pontos da última pesquisa.

Leia a cobertura completa sobre a eleição na Alemanha em 2017

O resultado representa um crescimento de nove pontos para o SPD, do recém-eleito presidente da RepúblicaFrank-Walter Steinmeier, dentro de apenas duas semanas. É também a previsão de melhor resultado para o partido em cerca de uma década.

Segundo a pesquisa, o partido populista de direita Alternativa para a Alemanha (AfD) teria 10% dos votos, seguido pelo A Esquerda (8%), Partido Verde (7%) e pelo Partido Liberal Democrático (6%).

A previsão deixa em aberto as possibilidades de formação de governo – atualmente, a CDU governa em parceria com o SPD, no que é conhecido como a grande coalizão. Se as eleições para chanceler fossem diretas, 46% dos entrevistados votariam em Schulz, e 41% em Merkel.

RPR/dpa

 

Leia mais