Os novos rumos da corrida espacial | Programa de ciência, meio ambiente e tecnologia da DW Brasil | DW | 13.06.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Futurando!

Os novos rumos da corrida espacial

Estatais agora têm que lidar com a concorrência da iniciativa privada também no espaço. Confira o que mais vai ser destaque no Futurando.

Empresas privadas decidiram participar para valer da corrida espacial, como você vai ver no Futurando desta semana. O setor, antes dominado por estatais como Nasa e ESA, começa a ser disputado por firmas com donos bilionários que querem promover inclusive o turismo em gravidade zero. Mas, por enquanto, o que nós humanos fazemos no espaço é trabalhar duro.

O astronauta alemão Alexander Gerst, por exemplo, está pela segunda vez na Estação Espacial Internacional (ISS, em inglês) e vai coordenar dezenas de experimentos nos próximos meses. Ele é o atual comandante da ISS. Uma celebridade nas redes sociais porque mostra tudo o que acontece na órbita terrestre - e fora dela.

Alexander Gerst não está sozinho. Na tripulação, além de colegas preparados para auxiliar nas tarefas, ele tem o Cimon, um robô-assistente capaz de falar, fazer fotos, vídeos e gravar mensagens de áudio. O Futurando traz a maratona de testes feitos com a máquina equipada com inteligência artificial.

Vamos falar também de um software usado para produzir vídeos de animação. A tecnologia recriou uma imagem de Einstein extremamente fiel às fotos da década de 1950. A equipe envolvida no projeto conseguiu dar realismo ao rosto, com movimentos e gestos que lembram, de fato, os de um ser humano.

Arte e tecnologia juntas são capazes de coisas incríveis. Artistas do coletivo alemão Cyberräuber querem misturar o mundo real com o virtual no teatro. Eles usam a realidade virtual para levar os espectadores para mundos imaginários. Muitos outros artistas já usam esse tipo de recurso nas performances.

O programa

O Futurando traz novidades sobre ciência, meio ambiente e tecnologia e é produzido todas as semanas pela redação brasileira da Deutsche Welle, em Bonn, na Alemanha.

O programa é exibido, no Brasil, pelo Canal Futura às terças-feiras, às 22h30 com reprise às quartas 16h30, quintas, sábados e segundas; pela Rede Minas aos sábados, às 14h30, com reprise às sextas-feiras, às 13h00 e aos domingos às 17h; pela TV Brasil todas as terças, às 21h45, com reprise às quintas, às 3h15; pela TV Cultura aos domingos às 00h, com reprise todas as quartas às 22h30 ; pela TV Câmara Tupã todos os sábados às 18h, com reprise às terças-feiras, às 19h40 e pela TV Climatempo aos sábados às 9h30, com reprise às terças e aos domingos. Você também pode ver vídeos do programa no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro.

O Futurando é transmitido ainda em Moçambique pela Rede Tim, aos sábados, às 14h30.