1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW
Kyiv Symphony Orchestra
Kyiv Symphony OrchestraFoto: Dmytro Larin/Kyiv Symphonie Orchestra
MúsicaUcrânia

Orquestra Sinfônica de Kiev faz turnê pela Alemanha

Gero Schliess
26 de abril de 2022

Rebatendo o mito de que não existe uma cultura ucraniana, a Kyiv Symphony Orchestra apresenta um programa com obras de compositores nacionais. "A voz da Ucrânia precisa ser ouvida em todo o mundo", afirmam integrantes.

https://www.dw.com/pt-br/orquestra-sinf%C3%B4nica-de-kiev-faz-turn%C3%AA-pela-alemanha/a-61597529

Com regularidade, o presidente russo, Vladimir Putin, se refere a uma suposta "unidade histórica do povo russo e ucraniano". Segundo esse ponto de vista, a Ucrânia não existe como nação, não possuindo, portanto, uma cultura própria. Com sua turnê pela Alemanha e Polônia, sob o título Voice of Ukraine, a Kyiv Symphony Orchestra quer se contrapor a esse mito.

A identidade cultural da Ucrânia

A orquestra sinfônica da capital Kiev é um dos conjuntos musicais mais importantes da Ucrânia. Em meio à guerra da Rússia contra a Ucrânia, seus integrantes desejam emitir um sinal pela preservação da cultura nacional: "Justamente agora, a voz da Ucrânia precisa ser ouvida por todo o mundo, saímos em turnê para, com a linguagem da música, falar a cada coração", anunciam em seu website.

Com a missão de combater "a agressão russa com o suave poder da música", após uma série de concertos na Polônia a Orquestra de Kiev se apresenta agora em sete conceituadas salas de concerto alemãs, entre as quais a Filarmônica de Berlim, a Gewandhaus de Leipzig e a Elbphilharmonie de Hamburgo. O primeiro evento ocorreu nesta segunda-feira (25/04), no Kulturpalast de Dresden.

"Parte da grande família europeia"

Sob a regência do maestro italiano Luigi Gaggero, constam do programa obras de compositores de três séculos relacionados ao país, indo desde a Sinfonia nº 1 do ítalo-russo de origem ucraniana Maksym Berezovsky (1745-1777), até a Sinfonia nº 3 do ucraniano Borys Lyatoshynsky (1895-1968).

O programa é uma prova "de que a Ucrânia jamais esteve distante dos processos europeus mais importantes", sendo "parte da grande família europeia": "Queremos dar a todos esperança de um futuro pacífico e a fé na reconstrução da Ucrânia, que será mais forte e bela do que nunca", afirmam os músicos.

Bailarinos ucranianos são acolhidos em Paris

A Sinfônica de Kiev se apresenta na Alemanha até 1º de maio. Seus integrantes estão mais do que cientes de que, enquanto isso, em seu país natal, a invasão russa faz mais vítimas a cada dia que passa: "Por isso, os músicos ucranianos precisam se tornar a voz da Ucrânia e a voz de cada ucraniano que, devido à agressão militar pela Rússia, não tem mais voz."

A turnê conta com o apoio dos ministérios ucranianos da Defesa e da Cultura, assim como da Agência Estatal de Arte e Educação Artística da Ucrânia.

A DW transmitiu o  concerto de abertura da turnê alemã da Kyiv Symphony Orchestra no Kulturpalast de Dresden nesta segunda-feira. Clique abaixo para assistir: