Oposição vence eleição em Istambul | Notícias internacionais e análises | DW | 23.06.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Mundo

Oposição vence eleição em Istambul

Partido do presidente Erdogan perde prefeitura da maior cidade da Turquia após mais de 20 anos no poder. Social-democrata ganha pela segunda vez seguida, após primeiro pleito ter sido anulado, em decisão controversa.

Prefeito eleito de Istambul, Ekrem Imamoglu, discursa

Ekrem Imamoglu prometeu "abrir uma nova página" no país

O prefeito eleito de Istambul, o social-democrata Ekrem Imamoglu, prometeu "abrir uma nova página" no país. A declaração foi feita após o anúncio do resultado da eleição neste domingo (23/06), que impôs uma dura derrota ao conservador Binali Yildirim, do Partido da Justiça e do Desenvolvimento (AKP) do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.

A vitória da centro-esquerda na maior metrópole turca encerrou um ciclo de mais de 20 anos de hegemonia do grupo político do mandatário na administração da cidade.

"Estas eleições são uma contribuição para a democracia na Turquia. Foram boas para a Turquia e para Istambul", afirmou o oposicionista, diante de dezenas de câmeras de televisão na sede de sua legenda, o Partido Republicano do Povo (CHP), situada no bairro de Sariyer.

Imamoglu obteve 54% dos votos, enquanto seu rival, o ex-primeiro-ministro Binali Yildirim, ficou com 45,1%, de acordo com os números divulgados após mais de 99% dos votos contados, segundo a agência de notícias estatal Anadolu.

Yildirim admitiu a derrota logo após o anúncio das primeiras parciais, comentando, em relação ao adversário: "Eu o parabenizo e lhe desejo sucesso." Imamoglu agradeceu especialmente o apoio das "centenas de milhares" que participaram como observadores nas seções eleitorais, classificando-os de "heróis da democracia".

As autoridades eleitorais turcas anularam o primeiro pleito, realizado em 31 de março e vencido por Imamoglu por uma diferença de 0,16% – menos de 14 mil votos. A controversa decisão atendeu a uma reivindicação da legenda de Erdogan, o AKP, apontando supostas irregularidades no pleito.

As eleições locais em março foram vistas como um referendo sobre as políticas de Erdogan e a popularidade de seu partido governista. Embora o AKP tenha vencido a maioria das eleições locais, ele perdeu a votação para a prefeitura da capital Ancara, assim como a disputa em Istambul.

Ao votar neste domingo, Erdogan dissera esperar que os eleitores "tomem a melhor decisão para Istambul", assim como uma grande participação nas urnas.

MD/efe/ap/dpa/rtr

_______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube
WhatsApp | App | Instagram | Newsletter

 

Leia mais