Obama faz visita surpresa ao Afeganistão | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 28.03.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Obama faz visita surpresa ao Afeganistão

Presidente dos Estados Unidos visitará tropas e pressionará Hamid Karzai a intensificar o combate à corrupção e a luta contra o tráfico de drogas.

default

Barack Obama e Hamid Karsai

Sem anúncio prévio, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, chegou neste domingo (28/03) a Cabul, no Afeganistão. A visita surpresa ao país do Oriente Médio é a primeira na condição de presidente dos Estados Unidos – Obama visitou o local em 2008, durante a campanha eleitoral.

A viagem foi mantida em sigilo por questões de segurança – ele deixou Camp David no sábado num roteiro sem escalas até o Afeganistão. A visita deverá durar apenas algumas horas.

Obama se reuniu de imediato com o presidente Hamid Karzai. Segundo informou o conselheiro para Assuntos de Segurança, James Jones, o líder norte-americano deve pressionar Karzai a prestar mais atenção em questões importantes para a estabilização da política interna.

"São pontos como um sistema de mérito para nomear oficiais-chave para o governo, combate à corrupção, luta contra os narcotraficantes, que sustentam a engrenagem econômica dos insurgentes", completou Jones.

Na aterrissagem, Obama foi recebido pelo comandante das forças da Otan, general Stanley McChrystal, e pelo embaixador americano no Afeganistão, Karl Eikenberry. Na sua passagem pelo país, o presidente também visitará tropas americanas.

Em dezembro de 2009, Obama decidiu mandar progressivamente 30 mil soldados a mais para o Afeganistão – até o fim de 2010, o número total no país deverá ser de 100 mil.

NP/dpa/afp
Revisão: Alexandre Schossler

Leia mais