1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW

O túnel por onde 57 pessoas fugiram de Berlim Oriental

13 de agosto de 2021

[Vídeo] Em 1963, Klaus-Michael von Keussler e 30 colegas de Berlim Ocidental cavaram um túnel por onde 57 pessoas conseguiram fugir do lado Leste. Considerado um herói por muitos e "inimigo público" pelo regime da Alemanha Oriental, Klaus-Michael conta que vivia em medo constante.

https://www.dw.com/pt-br/o-t%C3%BAnel-por-onde-57-pessoas-fugiram-de-berlim-oriental/video-58852595

Klaus-Michel von Keussler é considerado um herói: em 1963, ele e outros 30 colegas construíram um túnel para ajudar alemães a escapar de Berlim Oriental. Os estudantes cavaram o túnel de fuga mais longo de Berlim: 145 metros de comprimento e 12 metros de profundidade.

"Não éramos como James Bond e simplesmente fomos lá e dissemos 'vamos construir o túnel agora'. Pelo contrário, o medo era nosso companheiro constante", conta Klaus-Michael von Keussler.

Muitas pessoas arriscaram ou perderam suas vidas tentando fugir de Berlim Oriental, e Klaus-Michael conta que tudo isso pertubou ele e os colegas. "Tudo isso foi também a força motriz por trás de nossa decisão de correr o risco: se nossos colegas querem vir do Leste para o Oeste, então tentaremos ajudá-los", explica.

O túnel permitiu a fuga de 57 pessoas. Em 1964, as autoridades da Alemanha Oriental descobriram a construção, e Klaus-Michael foi declarado "inimigo público" pelo regime.

Enquanto milhares conseguiram escapar de Berlim Oriental, 101 pessoas perderam suas vidas ao tentar fazê-lo.